Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Odds
MarrocosMarrocos
HolandaHolanda
Al AinEmirados Árabes Unidos
IrãoEsteghlal Tehran
Kawasaki FrontaleJapão
TailândiaMuang Thong Utd
história
Grandes jogos

FC Porto x Celtic: a 1ª vitória portuguesa

2011/05/11 18:22
Texto por João Pedro Silveira
l0
E1
Depois da final de Basileia (Taça dos Vencedores das Taças em 1984), da final de Viena (Taça dos Campeões Europeus em 1987), Sevilha tornava-se o terceiro capítulo da gloriosa história portista nas competições europeias.

A vitória do FC Porto sobre o Celtic em Sevilha marcou o primeiro sucesso de José Mourinho na conquista à Europa. Mas o caminho até às margens do Guadalquivir foi longo: Polonia Warszawa, Austria Wien, Lens, Denizlispor, Panathinaikos e Lazio de Roma caíram aos pés dos dragões, que sofreram apenas três derrotas na caminhada: na Polónia, em Lens e nas Antas contra os gregos, conseguindo depois uma reviravolta épica no Pireu, eliminando o Panathinaikos com 0-2 após prolongamento.
 
Pela frente, a equipa portuguesa encontrava o Celtic, campeão europeu em Lisboa em 1967 e que curiosamente chegava também à sua terceira final. 
 
Os escoceses tinham um plantel recheado de internacionais, mas era o sueco Larsson que captava todas as atenções da equipa, que iniciou o jogo só com dois escoceses. O FC Porto, por sua vez, começou a partida com nove portugueses - sendo um deles o naturalizado Deco -, e mais dois estrangeiros: Alenichev e Derlei. 
 
Nesse 21 de Maio, dia de canícula na capital andaluza, o jogo começou a um ritmo lento. Acusando o calor e a pressão do momento as duas equipas gastaram a primeira hora a estudar-se e como tal, só aos 32 minutos é que Deco, desmarcado por Capucho, rematou à figura do escocês Douglas.
 
Como que despertados por este lance os escoceses lançam dois ataques rápidos que provocam os primeiros sustos a Vítor Baía. Reagiu prontamente o FC Porto e Deco esteve perto de marcar novamente, mas seria após uma grande jogada do dez portista que na recarga a um remate de Alenichev, Derlei inaugurou o marcador. 
 
O intervalo chegou sem dar aos escoceses possibilidade de resposta.
 
No segundo tempo, os escoceses ganharam um canto logo nos primeiros minutos e Larsson fez jus à fama de goleador e empatou a partida. Contudo, numa questão de cinco minutos, Deco serve Alenichev que repõem a vantagem azul e branca.
 
Mourinho tenta colocar alguma água na fervura pedindo aos jogadores que baixassem o ritmo, como que adivinhando o empate, que surgiu três minutos depois, novamente por Larsson e novamente por intermédio de um pontapé de canto, electrizando ainda mais o jogo.
 
Cientes da dificuldade em controlar a partida, ambos os treinadores tentam acalmar o ritmo de jogo, e até ao fim dos noventa minutos apenas o FC Porto, e novamente por Alenichev, teve uma oportunidade para desempatar.
 
Chegou o prolongamento e com tanto calor, as equipas ressentiram-se e refrearam os ânimos. 

Tudo podia ter continuado incerto se o guineense Baldé não recebesse o segundo amarelo. A partir desse momento o FC Porto pressentiu que estava perto da vitória e começou a empurrar o Celtic para trás. 
 
Ferido e acossado o Celtic aceitou as “regras do jogo” e manteve-se na expectativa até que Derlei fez o 3-2 aos 115´.
 
 Com cinco minutos para jogar o Celtic já não pôde reagir e José Mourinho e o FC Porto faziam história ao trazer a primeira Taça UEFA para Portugal.
 
A festa que começou em Sevilha alastrou à cidade invicta, noite adentro os Clérigos e a Giralda de Sevilha presenciaram uma festa até ao nascer do sol...
Capítulos
Comentários (2)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
ZZ
Nota
2013-01-26 01h23m por ZEROZERO
Correto. Muito obrigado pela chamada de atenção.
Ju
Erro
2013-01-26 01h23m por Junior99
O Porto sofreu mais uma derrota.
Na Polónia, no jogo da segunda mão da 1ª Ronda, contra o Polónia Varsóvia, o Porto perdeu 2-0. É certo que passou folgadamente graças à vitória por 6-0 na primeira mão, mas não deixou de perder o jogo.
Sy
Mágico FCP!
2012-05-01 12h08m por Syeger
Mais um dia inesquecivel para todos os Portistas. Que equipa! Que orgulho!
jogos históricos
U Quarta, 21 Maio 2003 - 00:00
Olimpico de La Cartuja
Lubos Michel
3-2
Derlei 45' 115'
Dmitri Alenichev 54'
Henrik Larsson 47' 57'
Estádio
Olimpico de La Cartuja
Lotação57580
Medidas-
Inauguração1999