história

1956/57: Duelo Vermelho e azul

Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
Com o Sporting em declínio, incapaz de manter o nível com que dominara o futebol português até à primeira metade da década, a luta pelo título resumia-se a benfiquistas e portistas.

Em 1956/57, o Benfica voltou a chamar a si o título, batendo os nortenhos por um ponto. O Belenenses segurou novamente o terceiro lugar, enquanto o Sporting acabou por se superiorizar ao Lusitano de Évora na luta pelo quarto lugar. 
 
A luta entre benfiquistas e portistas foi intensa, na 22.ª jornada, fruto de uma vitória expressiva sobre o Caldas (4x0) os azuis e brancos lideravam a tabela com mais um ponto que os encarnados, mas na ronda seguinte, uma derrota em Belém (4x3), deixou o Benfica - que vencera o Setúbal - isolado na liderança.
 
Na 24.ª jornada o FC Porto recebeu o Atlético nas Antas e empatou a zero, deitando quase por terra o sonho do título... mas um empate do Benfica em Torres Vedras na penúltima jornada deixou o Porto a sonhar. Na última jornada, a vitória portista sobre o Vitória de Setúbal (4x1) não chegou para o título, pois à mesma hora o Benfica bateu a Académica na Luz (2x0) e sagrou-se campeão.
 
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...