betclicpt
      X
      Liga Portuguesa 1983/84

      1983/84: Eriksson 2x0 Pinto da Costa

      Texto por João Pedro Silveira
      l0
      E0

      Pela segunda vez o Benfica de Eriksson batia o renovado FC Porto de Pinto da Costa, mas nas Antas, continuava-se a trabalhar afincadamente para se pôr cobro ao domínio benfiquista e criar uma nova ordem no futebol nacional, com o centro de poder a deslocar-se para norte.

      Depois de conquistar o título no ano da estreia, o treinador sueco fez uma alteração cirúrgica no plantel, trocando o brasileiro César pelo dinamarquês Michael Manniche, goleador que deixaria tal marca em Portugal que muitos portugueses - jogadores e não jogadores- passariam a usar o seu nome como alcunha. 

      Numa altura em que só podiam jogar três estrangeiro no Campeonato Nacional, o olho clínico de Eriksson fazia toda a diferença. Mais a norte, nas Antas, os portistas apostavam no trio Mariano (Cabo Verde), o guineense Bobó (esse mesmo que jogaria depois no rival Boavista) e o irlandês Mike Walsh, para as três vagas estrangeiras, enquanto em Alvalade, João Rocha abria os cordões à bolsa para o Sporting contar com o búlgaro Kostov, o jugoslavo Boskovic e o inglês Roger Wylde.

      Talvez não seja de admirar que o Benfica tenha conquistado mais um campeonato com facilidade, batendo o Porto por três pontos e o Sporting por dez, mas os tempos de ventura e bonança benfiquista estavam a chegar ao fim...

      Capítulos
      Comentários (1)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      Facilidade???
      2014-09-22 14h10m por stone23
      Não me parece que este campeonato tenha sido ganho pelo SLB com «facilidade». . . . Na verdade, já na reta final o Porto bateu o SLB por 3-1 nas Antas (o que lhe dava desde logo vantagem no confronto direto, em caso de empate. . . ) e ficou a 1 ponto. . . . s+o que uns empates com equipas do fundo da tabela atrasaram oa Dragões. . .