betclicpt
      Euro 1988
      Grandes jogos

      Rep. Irlanda x Inglaterra: A vingança irlandesa

      Texto por João Pedro Silveira
      l0
      E0

      No Neckerstadion, em Estugarda, as equipas perfiladas escutavam o hino inglês, enquanto as bancadas entoavam a plenos pulmões «God Save the Queen!». A República da Irlanda jogava a sua primeira partida numa grande competição internacional. Pela frente tinha a Inglaterra, histórica rival e antiga potência ocupante da Irlanda.

      O favoritismo pendia totalmente para o lado inglês, uma equipa repleta de vedetas que só fora eliminada nos quartos-de-final do Mundial de 1986 graças à mão de Maradona. Do outro lado estava o Eire com um conjunto de jogadores que atuavam no campeonato inglês e que eram encarados como o parente pobre do futebol britânico. A seleção das ilhas britânicas que até aí nunca se tinha qualificado para a fase final de uma grande competição...
       
      O jogo mais longo das suas vidas
       
      Os adeptos ingleses mal podiam acreditar quando Ray Houghton colocou os irlandeses na frente do marcador. Faltava ainda muito jogo e os ingleses acreditavam que mais tarde ou mais cedo viria o empate e, consequentemente, a derrocada da muralha defensiva irlandesa...
       
      Jack Charlton, o inglês que comandava os irlandeses, disse que o tempo que durou entre o golo de Ray Houghton e o apito final foram os 84 minutos mais longos da sua carreira...
       
      Mas os irlandeses nunca se desuniram e Ronnie Whelan esteve muito perto da glória quando a barra devolveu o seu remate aos 60 minutos. O jogo continuou com o apertar do cerco por parte dos ingleses, mas parecia que uma força maior estava por trás dos irlandeses, apoiando em cada corte, sustentando cada defesa do guarda-redes Pat Bonner e ajudando a levantar rapidamente cada jogador que caía...
       
      Os irlandeses tinham preparado o jogo cuidadosamente e, como bons católicos, tinham realizado uma missa na véspera pedindo o apoio do padroeiro São Patrício. Há um ditado na «Ilha Esmeralda», que diz que São Patrício [Saint Patrick] toma conta dos seus filhos e Patrick Bonner o guarda-redes irlandês, fez jus ao seu nome ao realizar milagres na baliza irlandesa, honrando o seu padroeiro e impedindo o golo inglês. 
       
      A Irlanda aguentou todas as cargas e, nessa noite de 12 de junho, noite de Santo António, um dos santos mais amados da Igreja Católica, os bons espíritos irlandeses cantaram bem alto em Estugarda, regados com a boa cerveja alemã (na ausência da Guinness), e comemoraram mais uma bíblica vitória de David sobre Golias. 

      Capítulos
      Comentários (0)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      EAinda não foram registados comentários...
      jogos históricos
      U Domingo, 12 Junho 1988 - 14:30
      Mercedes-Benz Arena
      Siegfried Kirschen
      0-1
      Ray Houghton 6'
      Tópicos Relacionados
      Estádio
      Mercedes-Benz Arena
      Lotação60449
      Medidas105x68
      Inauguração1933