placardpt
      México 1986
      À volta do jogo

      Quando Deus marcou um golo à Inglaterra

      Texto por João Pedro Silveira
      l0
      E6

      22 de Junho de 1986 foi o dia em que Maradona marcou os dois golos mais famosos da sua carreira: um golo marcado com a "mão de Deus" e aquele que ainda hoje é considerado o melhor golo de sempre.

       
      Depois da Guerra das Malvinas (Falkland em inglês) - conflito militar que tinha oposto argentinos e ingleses em 1982 - era primeira vez que os dois países se defrontavam no campo. Os Argentinos, militarmente vencidos no teatro de Guerra do Atlântico Sul, procuravam a vingança no relvado do Estádio Azteca na Cidade do México.
       
      Contra a armada britânica apresentavam Diego Armando Maradona como grande bandeira e líder indiscutido.
       
      A primeira parte, confirmando os vaticínios dos comentadores mostrou uma Argentina mais forte, dominadora, mas sem conseguir transformar em golos essa superioridade. 
       
      Mas tudo mudou quando logo aos 6 minutos, após um defeituoso alívio da defesa inglesa, Maradona antecipou-se ao guarda-redes Shilton e com "ajuda divina" marcou o primeiro golo dos alvicelestes
       
      Em vão foram os protestos dos ingleses pois o Tunisino Ali Bin Nasser apontou para o meio campo.  A Argentina vencia por 1x0.
       
      Maradona levanta o troféu de campeão do mundo no estádio Azteca ©Getty / Bongarts
      Três minutos depois Maradona roçou os céus e atingiu a imortalidade....pouco antes do meio campo pisa ligeiramente a bola e rodopia, deixando com este movimento Beardsley e Reid para trás, passa a linha que divide o terreno de jogo e avança em direcção a Butcher, pica a bola para a esquerda e foge ao inglês, surge-lhe um novo defesa pela frente e o Pelusa toca a bola pela direita e continua o slalon entrando na grande área. Apertado por Fenwick, desvia a bola de Peter Shilton e ainda sente um toque do defesa inglês, mas com o pé esquerdo empurra a bola para a baliza deserta da Inglaterra.
       
      O estádio que tinha sustido a respiração entra em delírio e Maradona corre para a bandeirola de canto seguido pelos colegas...
       
      Lineker ainda marcaria um golo de consolação para os súbditos de Sua Majestade, mas a vitória era Argentina e os sul-americanos seguiriam em frente para vencer belgas e alemães e conquistar o seu segundo título mundial.
       
      Maradona numa partida só marcava os dois golos mais importantes da sua carreira. Um primeiro muito criticado em Inglaterra e um pouco por todo o mundo, o segundo, unanimemente considerado como o golo do século, um golo apenas ao alcance de deus, do deus do futebol argentino. 
      Capítulos
      Comentários (7)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      bludouro
      2021-08-10 22h24m por redlegion
      Hino ao futebol foi não terem marcado falta para amarelo sobre um inglês no lance que origina esse golo. . .
      Caros amigos. . .
      2017-11-10 14h05m por bludouro
      Estão-se a sentir bem? Que o Maradona fez "batota" no primeiro golo todos já sabemos. Agora apelidar de "banal" a mestria do segundo - um verdadeiro hino ao futebol - a esse nível (e estamos a falar dos quartos-de-final dum Mundial, e não dum campeonato distrital de iniciados), sob a carga emocional das circunstâncias que opunha as duas nações na época, isso é mesmo de pedir clemência aos céus!
      Meus amigos. . .
      2017-11-10 14h04m por bludouro
      Estão-se a sentir bem? Que o Maradona fez "batota" no primeiro golo todos já sabemos. Agora apelidar de "banal" a mestria do segundo - um verdadeiro hino ao futebol - a esse nível (e estamos a falar dos quartos-de-final dum Mundial, e não dum campeonato distrital de iniciados), sob a carga emocional das circunstâncias que opunha as duas nações na época, isso é mesmo de pedir clemência aos céus!
      RIDICULO
      2014-02-10 00h29m por IDALECIO
      No minimo ridiculo , nao marcou falta porque nao quis, todo o estadio viu que foi mao , um meia leca destes nao podia chegar mais alto que o g. k. , quanto ao segundo golo concordo que seja um golo banal como tantos outros que vamos vendo semanalmente, ate ha quem diga e ja vi imagens que o golo tera sido marcado na propria baliza pelo defesa ingles ao tentar o corte, nao sao de todo esclarecedoras mas tambem nao posso dizer que foi realmente o maradona a marcar, agora que o artista foi um bom artista isso foi. . .
      PI
      Maradona
      2013-04-28 14h12m por Pirisca
      O q mta gente n saberá, é q já antes tinha feito um golo exactamente igual num Udinese-Nápoles.

      Ridiculo
      2013-01-26 14h32m por Mario_Pinto95
      Como é que é possivel que o arbitro não tenha visto que aquele golo foi com a mão? Tal como o Messi na atualidade ele era completamente levado ao colo pelos árbitros. ridiculo. . . já o outro golo não foi nada de especial, o neymar é menino para fazer isso e muito mais e só tem 20 anos
      PE
      MARADONA
      2011-08-16 22h40m por PedroScP10
      MELHOR JOGADOR DE SEMPRE!
      jogos históricos
      U Domingo, 22 Junho 1986 - 11:00
      Estadio Azteca
      Ali Bin Nasser
      2-1
      Diego Maradona 51' 54'
      Gary Lineker 80'
      Estádio
      Estadio Azteca
      Estadio Azteca
      México
      Cidade do México
      Lotação99250
      Medidas105x68
      Inauguração1966
      TEXTO DISPONÍVEL EM...