betclicpt
      Liga Portuguesa 2007/08
      Grandes jogos

      Benfica x Académica: a lição bem estudada

      Texto por João Pedro Silveira
      l0
      E0
      A goleada dos rapazes de Coimbra, a maior de sempre em casa do Benfica, encheu de alegria os adeptos da Briosa e deixou os benfiquistas muito perto de um ataque de nervos. Domingos Paciência deu uma lição a Fernando Chalana e a velha glória encarnada acabou o jogo com o olhar perdido no "terceiro anel".
       
      O Benfica seguia em segundo lugar, 18 pontos atrás do FC Porto, e mudara recentemente de treinador, trocando José António Camacho por Fernando Chalana, ele que se tornava no terceiro timoneiro da equipa ao longo da época.
       
      Por sua vez, a Académica, orientada por Domingos Paciência, era 13.ª classificada num total de 16 equipas, quatro pontos acima da linha da água. 
       
      Surpresa inicial
       
      O jogo não correu de feição ao Benfica. A bola parecia queimar nos pés dos jogadores encarnados. Nomes consagrados como Rui Costa, Petit, Nuno Gomes não conseguiam remar contra a maré.
       
      Exemplo disso foi o atraso absurdo de Luisão da direita para a zona central do terreno que Miguel Pedro aproveitou para intercetar e correr sozinho para a baliza benfiquista, contornando com facilidade Quim. Quatro minutos de jogo e o Benfica já perdia.
       
      Os lisboetas ainda reagiram por Óscar "Tacuara" Cardozo, que teve uma oportunidade incrível, mas o paraguaio não conseguiu bater Pedro Roma. Mas, pouco depois, Luís Aguiar falhou um golo cantado, quando apareceu isolado na cara de Quim e chutou cruzado, com a bola a passar rente ao poste esquerdo.
       
      O Benfica falha, a Académica não perdoa
       
      À meia hora de jogo, após uma falta cometida por Leo na esquerda, Markus Berger aproveitou para fazer o 0x2 na sequência do livre. Era a surpresa total na Luz... A águia voltou a acordar e Luisão obrigou Pedro Roma a uma grande defesa aos 39', poucos minutos depois do recém-entrado Di María avançar pela esquerda e acertar em cheio no poste da baliza conimbricense.
       
      A Académica acusou o toque e voltou a ameaçar o Benfica, com Luís Aguiar a obrigar Quim a uma defesa magistral na sequência de um livre superiormente apontado.
       
      Segundo Tempo
       
      Na segunda parte, o Benfica veio disposto a mudar a história do jogo. Primeiro foi Cristián "Cebolla" Rodríguez a falhar um golo cantado. Pouco depois, novamente o uruguaio, desta vez assistido por Nuno Gomes, a chamar Pedro Roma... que voltou a ser magistral, voando para evitar o golo encarnado.
       
      Aos 65 minutos, deu-se o escândalo completo. Investida da Briosa pela esquerda, Miguel Pedro aproveitou a escorregadela de Nélson, avançou sem problemas até à área, tentou tirar o defesa da frente, ensaiou o remate, às duas tabelas a bola ressaltou para Luís Aguiar e, à terceira, o uruguaio não perdoou, estabelecendo o 0x3 final.
       
      No banco, Fernando Chalana parecia incrédulo, nas bancadas ouviam-se assobios e viam-se muitos adeptos a abandonar o jogo. Até ao fim, o resultado podia ter sido mais escandaloso, uma vez que Edgar falhou o 0x4. 
       
      Entre as hostes benfiquistas era a debandada. O cúmulo chegou quando Óscar Cardozo se lesionou a dez minutos do fim e resolveu abandonar o relvado, indo contra a vontade de Chalana e dos colegas que pediam ao paraguaio para continuar em campo. Irredutível, Tacuara saiu para os balneários e deixou Chalana de olhar perdido nas bancadas a procurar alguma ajuda divina, numa imagem que ficou na história do futebol encarnado. 
      Capítulos
      Comentários (1)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      Bela memória!
      2020-04-11 14h56m por FredericoFigueiredo
      Grande jogo por parte da mágica BRIOSA, um jogo gravado a ouro nos melhores da nossa bonita e enorme história!
      jogos históricos
      U Sexta, 11 Abril 2008 - 20:30
      Estádio do Sport Lisboa e Benfica (Luz)
      Paulo Baptista
      0-3
      Miguel Pedro 4'
      Markus Berger 32'
      Luis Aguiar 65'
      Estádio
      Estádio do Sport Lisboa e Benfica (Luz)
      Lotação64642
      Medidas105x68m
      Inauguração2003