betclicpt
      Biografia

      Guardiola: o símbolo catalão

      Texto por Filipe Ferreira
      l0
      E0

      Chegou ao Barça com 13 anos, onde deu continuidade à sua formação, acabando por se estrear pela equipa principal em 1990. Era um trinco de classe, um volante, responsável pela recuperação da bola, mas também pela construção dos lances ofensivos catalães. Aos 17 títulos oficiais que conquistou enquanto jogador, e capitão, do emblema da cidade condal, Guardiola junta 13, até ao momento, como treinador. Recorde um dos símbolos catalães.

      O seu percurso como treinador tem, naturalmente, uma ligação muito forte com o seu passado como jogador, no qual se cruzou com Johan Cruyff e também com Bobby Robson.

      Assumiu a titularidade uma época depois de se ter estreado, em 1991/92, era Cruyff o treinador. Com essa equipa conquistou uma Liga dos Campeões e o Campeonato Espanhol.

      Cinco épocas depois, em 1996/97, e já com Bobby Robson no comando e José Mourinho como adjunto, nova época alta dos catalães. Guardiola ganhou a responsabilidade de capitanear uma equipa de luxo, que contava com os portugueses Luís Figo e Fernando Couto.

      No final da época 2000/01, e depois de ter rejeitado várias propostas nos anos anteriores, acabou por rumar ao campeonato italiano, onde representou o Brescia e a Roma, tendo ainda passado pelo Catar e pelo México.

      Iniciou a sua carreira como treinador na época 2007/08, no Barça B e na temporada seguinte assumiu o comando de uma equipa de sonho cuja maioria dos jogadores se sagraram campeões da Europa e do Mundo e, sobretudo, cujo futebol praticado era admirado e elogiado por todo o Mundo, sendo todo o universo futebolístico catalão considerado um modelo e exemplo a seguir.

      Comentários (1)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      Guardiola
      2012-04-27 14h45m por tm0702
      Para sempre o treinador dos corações de todos os Culés!
      Tópicos Relacionados
      Treinador