França 1998
Grandes jogos

França x Brasil: finalmente campeã

Texto por João Pedro Silveira
l0
E0

Longa foi a espera da França até ao dia da grande consagração. 12 de julho de 1998 é uma data marcada a ouro na história do futebol gaulês.  

A noite em que a França finalmente jogou uma final de um Campeonato do Mundo - depois de três meias-finais - onde, apesar de ter o tetracampeão Brasil pela frente, levou a melhor e conquistou o mundo, numa manifestação de força que há muito não se via numa final de um Mundial: França 3x0 Brasil.

Um apaga-se, outro brilha

A final de 1998 ficou marcada essencialmente pelo eclipse do Fenómeno Ronaldo. Estranhamente apático, arrastou-se pelo relvado do Saint-Denis nos mais penosos noventa minutos da sua carreira.

Do outro lado, Zinedine Zidane embalava para o estatuto de melhor Jogador do Mundo. Fora fundamental na caminhada francesa, mas também já fora réu ao ser expulso no jogo com Arábia Saudita depois de ter agredido um adversário.

Sem Zizou, a França sofrera para ultrapassar o Paraguai nos oitavos - o famoso golo d´ouro -, mas o astro franco-argelino voltara para ajudar a eliminar a Itália - no desempate por grandes penalidades - e a Croácia, graças à reviravolta de Thuram.

Na final, o «dez» percebeu que tinha encontro marcado com o destino. Encheu o campo e apontou dois golos, de cabeça, em dois cantos, e concedeu uma vantagem de 2x0 aos da casa ao intervalo.

Consagração

A segunda parte trouxe a expulsão de Desailly, mas o Brasil nunca se mostrou capaz de contornar o rumo dos acontecimentos. Ronaldo arrastava-se, a equipa estava desinspirada e a França defendia com segurança.

A machadada chegou no fim do encontro, aos 93 minutos, quando Emmanuel Petit surgiu isolado num contra-ataque e bateu o guarda-redes brasileiro. A França era Campeã do Mundo e no estádio soava a banda sonora da «Guerra das Estrelas», talvez como um sinal do resultado épico para o futebol francês.

Toda a França saiu para a rua, mas o epicentro da festa seria o apropriado monumento que o Bonapartismo dotou à cidade de Paris: o Arco do Triunfo, símbolo que os parisienses adotaram para celebrar a sua tricolor, multicolor e nacional. 

Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...
jogos históricos
U Domingo, 12 Julho 1998 - 20:00
Stade de France
Said Belqola
0-3
Zinedine Zidane 27' 45'
Emmanuel Petit 90'
Estádio
Stade de France
Stade de France
França
Saint-Denis - Paris
Lotação81338
Medidas105x70
Inauguração1998