placardpt
      O relato forte de Lourency ao zerozero

      Sete anos da tragédia da Chapecoense: o que é feito dos sobreviventes?

      A 29 de novembro de 2016, o avião que transportava a equipa da Chapecoense acabou por cair, antes de conseguir aterrar em Medellín, na Colombia, onde a equipa brasileira ia defrontar o Atlético Nacional, na primeira mão da final da Copa Sul-Americana. 

      @Divulgação/Chapecoense
      Entre jogadores, equipa técnica, elementos do clube e tripulação, apenas seis pessoas acabaram por sobreviver à tragédia - além de três jogadores, também Ximenza Suárez, comissária de bordo e Erwin Tumiri, técnico do avião, saíram vivos. Rafael Henzel foi outro dos elementos, mas o jornalista acabou por falecer em março de 2019, após um ataque cardíaco. Passaram sete anos desde esse dia e a Chapecoense continua no ativo, agora na Série B, onde acabou na 16ª posição, fruto de nove vitórias e 13 empates em 38 partidas.

      O clube continuou, mas o que é feito dos três atletas que pertenciam à Chapecoense? Jakson Follmann, Neto e Alan Ruschel.

      O zerozero foi atrás da resposta para esta pergunta e falou ainda com Lourency, antigo extremo do Gil Vicente que pertencia ao clube, mas que não seguiu na maldita viagem.

      Um acidente que podia ter sido evitado

      Antes de passarmos para a conversa com o atleta, puxemos a fita atrás nos acontecimentos. Tal como já referido anteriormente, a equipa do Chapecoense viajou até à Colombia para disputar um dos jogos mais importantes da história. A companhia Lamia, da Bolívia, esteve encarregue dessa tarefa, mas ficou ligada à história pelos... piores motivos. Além de alguma falta de organização e salários em atraso a funcionários, a investigação sobre a Lamia trouxe algumas conclusões surpreendentes. 

      Uma delas passou pela falta de combustível no avião, algo com que a tripulação teve de lidar durante 40 minutos, até ao desastre, e que acabou por ser a principal causa para o trágico desfecho. Os responsáveis optaram por ignorar os avisos, não avisando o controlo de tráfego aéreo sobre a situação.

      Aliás, o relatório concluiu que o acidente podia ter sido evitado, caso a Lamia tivesse seguido todos os procedimentos de segurança relacionados com o abastecimento de combustível do avião. Estas viagens eram recorrentes e, segundo a imprensa colombiana, o mesmo avião tinha sido utilizado, por exemplo, pela seleção da Argentina para jogar frente ao Brasil, a 10 de novembro.

      «Fizemos tantas viagens...»

      Findada a explicação, passemos para quem lidou de perto com a situação. Fomos ao encontro de Lourency, que passou em Portugal entre 2019 e 2021. Com 20 anos, o extremo brasileiro pertencia à Chapecoense, mas não esteve na viagem devido a uma mudança de logística. 

      «A equipa principal tinha ido até São Paulo para jogar contra o Palmeiras, mas esse jogo já não era importante. Então, a Chapecoense aceitou o pedido do treinador dos sub-20, que me pediu para jogar a final de um torneio do escalão. Inicialmente, a ideia deles seria voltar até Chapecó, mas decidiram viajar para a Colômbia com os jogadores que estavam em São Paulo. Ou seja, muitos jogadores e funcionários não estiveram nessa viagem», referiu, em conversa com o zerozero.

      «Fizemos tantas viagens nesse ano, nacionais e internacionais. Na que eu não estava, o avião acabou por cair. Foi um milagre de Jesus», explicou, antes de abordar o pós-acidente no dia a dia no clube.

      @Vítor Parente / Kapta+
      «Foi muito complicado acreditar no que tinha acabado de acontecer. Usávamos as mesmas roupas de treino, estávamos no mesmo centro de treinos e tínhamos o mesmo hotel de concentração antes das partidas. Ou seja, eram os mesmos lugares, mas sem as pessoas...»

      «Imagino que nenhum funcionário do clube tenha superado este episódio. Seguimos em frente, mas as saudades e lembranças continuam diariamente», explica o avançado que representou a Chapecoense até 2019, altura em que viajou para Portugal e vestiu a camisola do Gil Vicente.

      Retomar a nova «normalidade»

      Agora, viremos a nossa atenção para os sobreviventes, que contam com três vidas distintas entre si. Comecemos por Jakson Follmann. O antigo guarda-redes, que teve de amputar uma perna, dedicou-se a tempo inteiro à música, depois de abandonar a carreira de guarda-redes. Apesar de ter assinado contrato com a Chapecoense para ser embaixador do clube, é na música que tem feito sucesso, conquistando distintos prémios nos últimos anos.

      qO que sinto mais falta é o estádio cheio com os adeptos a empurrar a equipa e a gritar 'Vamo vamo Chape'
      Lourency, antigo jogador da Chapecoense
      Além disso, já foi comentador de futebol na Fox Sports Brasil e tem dado várias palestras sobre temas distintos, entre os quais a sua história de sobrevivência no acidente de avião. Conta com 898 mil seguidores no Instagram e com milhões de 'gostos' pelo meio.

      No que toca a Neto, que também abandonou os relvados na sequência do desastre, ingressou no mundo das palestras e conseguiu dar a volta a uma situação complicada, após ter sido a última pessoa encontrada (em estado muito crítico) no meio dos destroços do avião.

      Alan Ruschel acabou por ser a única exceção à regra. Com 34 anos, o defesa brasileiro continua no ativo e em excelente forma. Desde 2018, representou a Chapecoense, Goiás, Cruzeiro, América Mineiro, Londrina e Juventude, onde está atualmente e por quem fez 41 jogos em 2023/2024.

      O lateral esquerdo foi o primeiro a receber alta hospitalar e regressou ao tapete verde em maio. Desde então, tem passado por várias equipas no futebol brasileiro e foi bastante utilizado no quinto classificado da Série B. Passaram sete anos e parece que foi ontem.

      Brasil
      Jakson Follmann
      NomeJakson Ragnar Follmann
      Nascimento/Idade1992-03-14(31 anos)
      Nacionalidade
      Brasil
      Brasil
      PosiçãoGuarda Redes

      Fotografias(2)

      Neto, Follmann
      Neto, Follmann, Alan Ruschel
      Comentários (0)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      EAinda não foram registados comentários...

      OUTRAS NOTÍCIAS

      CLAxFCP em direto!
      Seja bem-vindo ao acompanhamento ao minuto desta partida. Fique por aí para o reatar do Santa Clara - FC Porto! Acompanhe aqui o Santa Clara x FC Porto em direto e ao minuto, com todas as estat?ticas ...

      ÚLTIMOS COMENTÁRIOS

      TI
      ti_maria_69 29-02-2024, 15:13
      mikev 29-02-2024, 15:03
      nickname00 29-02-2024, 15:03
      nickname00 29-02-2024, 15:01
      Sir_jaof 29-02-2024, 14:33
      GS
      GSCGrandeamor 29-02-2024, 14:28
      rubenferreira877 29-02-2024, 14:12
      Kit_Kat 29-02-2024, 14:10
      xithombo 29-02-2024, 14:02
      GregMiguelCastro 29-02-2024, 13:56
      The_King_Zlatan_10 29-02-2024, 13:54
      Platinum_Returns 29-02-2024, 13:48
      Platinum_Returns 29-02-2024, 13:45
      rubenferreira877 29-02-2024, 13:41
      rubenferreira877 29-02-2024, 13:39
      Platinum_Returns 29-02-2024, 13:38