Hungria elimina Escócia em cima do apito final!

Final mági(ar)co!

2024/06/23 22:12

Magiares com final mágico! Depois de 90 minutos em que os escoceses pareceram sempre mais satisfeitos em somar o segundo ponto no Grupo A (que lhes garantia um muito provavelmente insuficiente terceiro lugar) do que em ir atrás dos três pontos, a seleção húngara garante de forma poética a vitória ao minuto 100!

Os escoceses entraram melhor, tiveram mais bola mas raramente ameaçaram a baliza de Gulacsi. Já os húngaros chegaram tarde à partida, remataram mais e, acima de tudo, acreditaram até ao fim!

Mais medo de perder...

Em Estugarda, cidade que se habituou a surpreender esta temporada, realizou-se a partida entre as duas seleções aflitas do Grupo A. Escoceses e húngaros lutavam por uma chance na próxima fase do Campeonato da Europa, mas a verdade é que na primeira metade do encontro o medo de ser derrotado superou a vontade de vencer

Os comandados por Steve Clarke entraram apoiados pelo seu exército Tartan e rapidamente assumiram as despesas da partida frente a uma Hungria bastante sonolenta e muito previsível. Apesar do domínio com bola, a reação à perda muito forte e a pressão eficaz sobre os magiares, faltava o essencial à formação escocesa... atacar a baliza.

Eis que no final da primeira meia hora a Hungria lembrou-se que não tendo conseguido pontuar até ao momento, dava jeito tentar dar um rumo diferente à partida. Dominik Szoboszlai recuou no terreno, pegou na batuta e fez a seleção de leste jogar. Milos Kerkez foi essencial nesta fase dando largura ao ataque húngaro que, de forma quase sempre ineficaz, procurou atacar a baliza de Angus Gunn através de cruzamentos. Curiosamente no momento de jogo em que a Escócia é mais forte, aconteceu a melhor oportunidade dos primeiros 45 minutos. Livre para o capitão da Hungria, Szoboszlai bate picado por cima da barreira, mas Willi Orban não teve a melhor pontaria.

...do que vontade de vencer

O intervalo chegou e seria de pensar que ambas as seleções voltariam ao retângulo verde com outra clarividência e intenções. Os primeiros 20 minutos foram uma cópia do primeiro tempo. Resumidamente: Escócia com bola mas sem baliza, e Hungria a ver jogar mas mais perigosa. O entusiasmo que vinha das bancadas foi-se substituindo pelo nervosismo de um adeus prematuro à competição.

Os últimos 25 minutos foram completamente diferentes. Unidos à volta do brutal choque entre jogadores das duas seleções que culminou com a saída de maca do avançado húngaro Varga - podes ler aqui, a seleção magiar chamou a si as responsabilidades do encontro. As entradas de Martin Ádam e Attila Szalai deram outra agressividade ofensiva à seleção de Marco Rossi, que começou a pressionar a seleção escocesa. Steve Clarke reagiu e fez entrar Stuart Armstrong e Shankland.

"10 minutos", foi o tempo dado pela equipa de arbitragem. Mais tivessem dado... Em dez minutos húngaros e escoceses jogaram aquilo que não jogaram nos restantes noventa. Jogo aberto, oportunidades de golo e esperança nas bancadas. A Hungria apertava. Schafer rematou aos 90' para grande defesa de Gunn, aos 91' mais uma grande defesa do escocês e aos 92' bola ao poste depois de um remate cruzado de Kevin Csoboth. O mesmo Csoboth (ex-Benfica) que , assistido por Sallai, fez os quase dez milhões de húngaros espalhados pelo mundo vibrarem de emoção

Feitas as contas: Escócia eliminada e Hungria à espera de saber se os três pontos são suficientes para fazer parte do lote restrito de melhores terceiros.

O zerozero deseja as melhoras e uma rápida recuperação a Barnabás Varga, avançado húngaro.

bwin
U Domingo, 23 Junho 2024 - 20:00
Mercedes-Benz Arena
Facundo Tello
0-1
Kevin Csoboth 90'
Mercedes-Benz Arena
Lotação60 449
Medidas105x68
Inauguração1933
FaseFase de Grupos
JornadaGrupo AJornada 3
A Chave

Entrada de Kevin Csoboth - O húngaro entrou aos 87' mas ainda foi a tempo de atirar uma bola ao poste antes de fazer o golo que deu a vitória à sua seleção.

O Árbitro

Arbitragem tranquila de Facundo Tello, que optou sempre por deixar jogar. Decidiu quase sempre bem e esteve em concordância com o VAR nos lances em que foi chamado. Nada a apontar.

O Melhor
Espírito Húngaro

A seleção húngara entrou adormecida na partida, mas ainda foi a tempo de conquistar os três pontos. Os magiares provaram serem donos de uma alma gigantesca e não desistiram até ao último minuto. Acabaram por ser (e bem) recompensados.

O Pior
Comodismo Escocês

Apesar da boa entrada a seleção escocesa foi-se acomodando com o resultado e com a ideia de fazer dois pontos mesmo sabendo que provavelmente seriam insuficientes para ser um dos quatro melhores terceiros.

Forma
Escócia
2023/2024
7J
1V
2E
4D
6-14G
Hungria
2023/2024
7J
4V
0E
3D
9-7G
Sabia que...by playmaker stats
A Hungria está à espreita do 2.º apuramento da história da seleção magiar em Euros.

Com 3 pontos, precisa que pelo menos Albânia e Croácia, do grp. B, Chéquia e Geórgia do grp. F não vençam os seus jogos para que se qualifique como um dos melhores 3.º.
A Hungria vence pela 3.ª vez num Europeu:
1964 V 3-1 Dinamarca
2020 V 0-2 Áustria
2024 V 0-1 Escócia
A Escócia continua sem passar da fase de grupos no Europeu: 1992, 1996, 2020 e 2024
Escócia e Hungria nunca estiveram em vantagem ao intervalo neste Euro 2024.
Sondagem

RESULTADO SONDAGEM

ESCÓCIA
EMPATE
HUNGRIA

Comentários

Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
AU
Blueonblue
2024-06-24 16h54m por auribranco
As medalhas da Hungria são como água no deserto? Vai ver a tabela que disse em baixo que está na pagina da wikipedia, com o número de atletas e as medalhas

A Hungria com menos população que nós para começar leva o dobro dos atletas. Segundo, vai ver o número de medalhas que trazem

Em 2016 por exemplo foi uma vergonha. Mais de 90 atletas e apenas trouxeram uma medalha de bronze. Somos uma vergonha de país a nível do desporto. É só futebol e suas variantes (futsal, praia) - o resto é tratado como lixo
As medalhas da Hungria
2024-06-24 16h33m por Blueonblue
São iguaizinhas às medalhas da RDA, da URSS, da Checoslováquia, da Polónia, enfim de todos os países de leste sob o jugo soviético. A W52 à beira da URSS de então no desporto, são uns meninos de coro.

Aliás, a pergunta do milhão de dólares. Se eram assim tão bons, porque é que desportivamente e após o colapso do Muro e a restauração da democracia nesses países, as medalhas agora são como a água no deserto?
ZY
Maxaqueen
2024-06-24 15h34m por zyxw_4321
Isto é uma caixa de comentários de um site desportivo, não é um repositório de dissertações universitárias. A frase "Eram para mim, à partida, a equipa que mais poderia surpreender" não é assim tão ambígua que não dê para interpretar.

"Tem de haver uma continuidade com prestações sólidas nas grandes competições de selecções que ainda não se viu a Hungria a fazer até aqui"

Exatamente. Portanto, a Hungria ir longe seria o quê? Uma surpresa. As peças estão toda...ler comentário completo »
zyxw_4321
2024-06-24 15h26m por Maxaqueen
A implicação está no facto de não se ter explicado em condições.
Ou por ter sido uma selecção ter sido uma "surpresa" nos últimos 5 anos implica que queira que eles tenham sucesso e vão longe em todas as competições?
Isso talvez esteja implício para si, mas para quem não o conhece tem de explicar.

Adiante. . .

Não, não é por esses resultados pontuais que isso demonstra sucesso ou é indicativo de alguma coisa. Tem de haver uma continuidade com pre...ler comentário completo »
auribranco
2024-06-24 14h44m por xithombo
Mas que comparação mais ridícula. . .
AU
Hungria
2024-06-24 14h00m por auribranco
Disse que era uma Seleção que ia "surpreender" e cá está. São muito underrated. Pena o Barnabás Varga se ter lesionado, espero que esteja bem. É uma prova de resiliência daquele grupo, um jogador que veio do fundo dos fundos e não desistiu. Aos 30 anos foi finalmente campeão do seu país após ter finalmente chegado à I Divisão Hungara, chegou à Seleção e a uma grande prova. E antes de se lesionar ainda conseguiu deixar a marca na prova e valorizar-se bastante

Espero que a H...ler comentário completo »
Estranho
2024-06-24 11h23m por BlackCat
Estive a ver o Alemanha-Suíça e só vi o resumo alargado deste jogo. E, sinceramente, estranhei a postura medrosa de ambas as equipas durante grande parte do jogo, quando ambas precisavam de ganhar, em especial a Hungria. Mesmo a Escócia, pois, se ficasse em 3º com 2 pontos e uma diferença de golos de 2-6 dificilmente passaria aos oitavos.
Pelo que vi, só depois da grave lesão do Varga (espero que tenha sido só um grande susto e que melhore rapidamente), aos 70 minutos, começar...ler comentário completo »
ZY
Maxaqueen
2024-06-24 10h36m por zyxw_4321
O que dá a entender é que eu queria que eles passassem, e agora isso é possível. Sinceramente, não percebo a implicação com essa frase.

E para uma seleção como a Hungria, terem vários resultados positivos contra seleções como Alemanha, Inglaterra ou Itália é, sim, sinal de sucesso. Nem todas as seleções têm de ser candidatas a ganhar para terem um bom período. Isto não é a Hungria dos anos 50.

Quanto a jogadores húngaros em boas equipas, comparado com o ...ler comentário completo »
zyxw_4321
2024-06-24 10h17m por Maxaqueen
Então refere que achava que era uma potencial surpresa e a seguir fala que vê com "bons olhos" a passagem deles.
O que é que acha que isto dá a entender?

De qualquer forma, não me parece que têm tido esses resultados que refere.
Não é por pontualmente terem conseguido alguns resultados surpreendentes com selecções mais fortes que isso torna os últimos 5 anos um sucesso.
Se fosse assim como diz, haveria um conjunto de jogadores em destaque a aparecer nas principais ligas, como de resto acontece quando uma selecção sobressai.
Rapidas melhoras
2024-06-24 08h47m por CapitaoHaddock
Varga. . .
escocia
2024-06-24 07h49m por unsub
não acho que Escócia estava acomodada com o empate , eles queriam ganhar mas não têm é qualidade para fazer mais , e no fim perderam por ser a equipa que arriscou mais enquanto a Hungria jogou em contra ataque e marcou assim
a Escócia perdeu o melhor jogador por lesão lewis ferguson do bologna e o treinador não valoriza muito jogadores com mais tecnica como o ryan gauld , a escocia tem grandes limitaçoes na contruçao de jogo, o steve clarke é um dinossauro com taticas antiquadas e já se previa que fosse acabar assim
ZY
Maxaqueen
2024-06-24 06h35m por zyxw_4321
Não tem nada a ver com terem ganho à Escócia antes. Como eu disse, era a seleção que *à partida* para o torneio eu considerava uma potencial surpresa, porque têm tido bons resultados nos últimos 5 anos.

Fiquei um pouco desapontado quando perderam contra a Suíça, mas agora podem seguir em frente de qualquer maneira. E como se sabe, a fase a eliminar pouco tem a ver com a fase de grupos.
Escócia
2024-06-24 04h26m por moumu
Normal o ultimo lugar do grupo, eram os mais fracos dai terem dificuldade em crrar ocasiões, ok a Hungira deverá ser eliminada logo nos oitavos.
DS
Zerozero
2024-06-24 01h36m por DSaraiva90
A Hungria venceu a Áustria no grupo de Portugal no euro 2016. Não seria então 4 vitórias em europeus?
tink
2024-06-24 00h35m por futebol11fc
Acho que o "grupo da morte" tem mais probabilidade de ter um dos piores terceiros do que o grupo da Inglaterra, tendo em conta que a Albânia muito possivelmente não pontua contra esta Espanha e a Croácia tem de ganhar à Itália caso contrário fica com 2 pontos no máximo. Acho que o resultado mais provável entre estas duas será o empate, logo aí a 3ª do grupo seria a Croácia com apenas 2 pontos, o que dificilmente chega para avançar para os Oitavos.

Concordo no de Portugal até ...ler comentário completo »
TI
Provavelmente passa
2024-06-23 22h32m por tink
O grupo da Inglaterra e de Portugal deverão ter os piores terceiros, até porque eles só têm um golo negativo. Vamos ver.
zyxw_4321
2024-06-23 22h32m por Maxaqueen
Quer dizer. . . passar em 3° à frente de uma Escócia não é proeza nenhuma.
A não ser que seja daqueles que ainda acredita mesmo que a liga escocesa vale alguma coisa. . .
ZY
Hungria
2024-06-23 22h13m por zyxw_4321
Eram para mim, à partida, a equipa que mais poderia surpreender, por isso é com bons olhos que vejo que podem seguir em frente, mesmo que "in extremis".

OUTRAS NOTÍCIAS

Opinião
Opinião de António Costa
Hoje temos um artigo com caráter transversal, passando pela educação e pelo futebol, com fronteiras pouco definidas entre esses dois mundos. O título indica o caminho de ...