F A Finalíssima está de volta: o que é, como funciona e de onde vem esta nova competição :: zerozero.pt
      placardpt
      Destaque
      Itália e Argentina disputam título em Wembley

      A Finalíssima está de volta: o que é, como funciona e de onde vem esta nova competição

      2022/06/01 13:13
      E2

      Itália e Argentina entram mais logo (quarta-feira, 1 de junho, às 19h45) no relvado de Wembley para disputar a Finalíssima 2022, a nova (que não é assim tão nova) competição da UEFA e da CONMEBOL. Mas afinal, o que é exatamente, como funciona e de onde vem esta competição? O zerozero explica-lhe tudo o que precisa de saber para estar bem preparado para o encontro desta tarde.

      As explicações

      A Finalíssima é um duelo de um só jogo, sem prolongamento (em caso de empate, o vencedor será decidido nas grandes penalidades), que coloca frente a frente o vencedor do Campeonato da Europa e o vencedor da Copa América, um pouco à imagem do que acontecia com a antiga Taça Intercontinental de clubes, só que com seleções.

      A prova é, na verdade, uma reedição do Taça dos Campeões CONMEBOL–UEFA, também conhecido como o Troféu Artemio Franchi. Exatamente com o mesmo formato, a competição teve apenas duas edições – em 1985, conquistada pela França de Michel Platini, e em 1993, conquistada pela Argentina de Diego Maradona – e foi precursora da Taça das Confederações, competição extinta em 2017, após uma edição que contou com a participação de Portugal.

      ©UEFA
      Quanto às razões do regresso da prova, prendem-se com um acordo entre UEFA e CONMEBOL (a FIFA não reconhece a competição), assinado em dezembro de 2021, com o objetivo de promover o desenvolvimento global do futebol. «Estamos ansiosos por explorar novas oportunidades juntos e aguardamos ansiosamente a Finalíssima em Londres em junho de 2022.», referiu Aleksander Ceferin, em dezembro.

      Para além do regresso da Finalíssima, quase 30 anos depois da última edição, o acordo de cooperação entre UEFA e CONMEBOL prevê chegar também ao futebol feminino, ao futebol de formação, ao futsal e à arbitragem. Para já, estão confirmadas três edições da Finalíssima – para além da edição de 2022, estão agendadas mais duas edições, após os Campeonatos da Europa de 2024 e 2028.

      A edição de 2022 da Finalíssima vai decorrer no Estádio de Wembley, em Londres. Para além de um novo logótipo, a competição conta também com um troféu renovado, da autoria de Valentina Losa, que pesa cerca de 8,5 Kg e tem cerca de 45 cm de altura. Apesar da renovação, que inclui uma nova base e um acabamento niquelado, o troféu de latão e revestido a prata mantém o toque original.

      O passado

      ©Getty /

      Já referimos que esta será, na verdade, a terceira edição da prova e vale a pena recordar as duas anteriores. A primeira edição remonta a 21 de agosto de 1985. Foi no Parque dos Príncipes, perante menos de 20 mil adeptos que a França, então campeã europeia, e o Uruguai, vencedor da Copa América de 1983, se defrontaram. O troféu acabou por sorrir à seleção de Michel Platini, que venceu por 2-0, graças a golos de José Touré e Dominique Rocheteau.

      A segunda edição da prova era para ter acontecido após o Euro 1988, mas as dificuldades para encontrar uma data para o encontro entre os Países Baixos, então campeões da Europa, e a Uruguai, novamente campeão sul-americano, levou a que a competição só fosse disputada por uma segunda vez, pelo menos de forma oficial, a 24 de fevereiro de 1993, após o Campeonato da Europa de 1992.

      Dessa vez, o jogo decorreu no Estádio José Maria Menilla, em Mar del Plata, na Argentina. Frente a frente estavam, como sempre, os campeões europeu e sul-americano, a Dinamarca e a Argentina, respetivamente. Com a ajuda do regressado Diego Armando Maradona, após dois anos de ausência da seleção, a Argentina acabou por levar a melhor sobre a Dinamarca de Peter Schmeichel e Brian Laudrup nas grandes penalidades (o tempo regulamentar e o prolongamento terminaram com um empate a uma bola, graças a um autogolo de Craviotto e a um golo de Caniggia). Goycochea foi o grande herói da partida ao defender duas grandes penalidades.

      O presente

      ©Getty /

      Cerca de 29 anos depois, a prova está de regresso e coloca frente a frente duas seleções em momentos distintos. A Itália, ainda campeão europeia, chega ferida após ter falhado a qualificação para o Campeonato do Mundo de forma escandalosa, enquanto que a Argentina, atual campeã sul-americana depois de ter terminado com uma espera de 28 anos, chega num dos melhores momentos dos últimos anos – não perde um jogo desde 2019, há quase três anos.

      «Devíamos ter garantido o apuramento para o Campeonato do Mundo, mas alguns detalhes não nos correram de feição. Temos uma equipa jovem e os adeptos estão connosco. Há um ano vencemos merecidamente o UEFA EURO 2020. (…) É um jogo que encerra um ciclo, que honra os campeões europeus e o capitão Chiellini. Daqui em diante vamos lançar jovens. Jogaremos sempre para vencer e não para fazer experiências, mas também temos de nos focar no futuro. Queremos construir uma seleção para ganhar o próximo Mundial», explicou Roberto Mancini na antevisão à partida.

      ©Getty / Gareth Copley
      «Gostávamos de vencer, é um título, mas o mais importante é continuar com a nossa linha de jogo. É o objetivo principal. (…) É sempre bom jogar contra um adversário forte. Os jogadores argentinos, os que representam a seleção, jogam por amor à camisola e à sua família e amigos. Sempre foi assim e agora é ainda mais», referiu Lionel Scaloni. «Este grupo joga cada partida como se fosse uma final e a equipa técnica prepara muito bem todos os jogos. Sabe perfeitamente o que joga [a outra equipa] e o que temos que fazer em cada momento», garantiu Messi.

      Curiosamente, o último confronto entre as duas seleções também aconteceu em Inglaterra, num amigável em março de 2018. Na altura, a Argentina venceu por 2-0, com golos de Éver Banega e Manuel Lanzini. A seleção sul-americana, de resto, venceu os três últimos duelos entre as duas seleções, mas a verdade é que é a Itália quem leva vantagem histórica, com seis vitórias contra quatro nos 15 jogos realizados.

      Esta final, tal como Mancini referiu, fica ainda marcada por ser o último jogo de Giorgio Chiellini ao serviço da squadra azzurra e pode servir de mudança para uma nova era em Itália, tendo a particularidade de ser disputado no último local em que os italianos foram verdadeiramente felizes. Em jeito de curiosidade e para terminar, fica a nota de que um dos assistentes do VAR será o português Tiago Martins.

      Veja as incidências da partida no acompanhamento feito pelo zerozero.pt.
      Sondagem
      RESULTADO SONDAGEM
      ITÁLIA
      EMPATE
      ARGENTINA
      Comentários (1)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      ZY
      "Finalíssima"
      2022-06-01 13h50m por zyxw4321
      É uma maneira empolgante de espicaçar um amigável entre duas grandes equipas. Mas não mais do que isso. O troféu não deverá ser considerado uma grande conquista por nenhum dos lados, estando mais ao nível de um Superclássico das Américas para a Argentina ou de um Scania 100 para a Itália em termos de relevância. Para quem já ganhou vários Mundias e títulos continentais, isto é só um amigável.
      jogos históricos
      U Quarta, 01 Junho 2022 - 19:45
      Wembley Stadium
      Piero Maza
      0-3
      Lautaro Martínez 28'
      Ángel Di María 45'
      Paulo Dybala 90'
      OUTRAS NOTÍCIAS
      Benfica
      com video
      Alemão elogiou comportamento da equipa
      O Benfica venceu o Paços de Ferreira por 2-0, no estádio Capital do Móvel, e Roger Schmidt falou dos atributos da sua equipa nessa vitória.
      ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
      Sir_jaof 27-01-2023, 07:30
      Mikhal18 27-01-2023, 07:22
      ZY
      zyxw4321 27-01-2023, 06:35
      moumu 27-01-2023, 05:07
      Indargorri 27-01-2023, 03:08
      Kurika 27-01-2023, 02:43
      Gil_Vicente 27-01-2023, 02:36
      H2ONeverDie 27-01-2023, 02:11
      Migas29 27-01-2023, 01:58
      MisticaEncarnada 27-01-2023, 01:57
      MisticaEncarnada 27-01-2023, 01:55
      kidsonmonteiro 27-01-2023, 01:35
      El_matad0r 27-01-2023, 01:20
      El_matad0r 27-01-2023, 01:17
      El-Mago-10 27-01-2023, 01:10
      slbmeireles 27-01-2023, 01:05