placardpt
      Mude para o zerozero Basquetebol. Tudo sobre o Basquetebol aqui!
      Destaque
      Antevisão à época do Illiabum

      De regresso ao topo com um novo comandante

      2021/09/25 19:00
      Vasco Moreira
      E3

      Está a chegar a Liga Betclic 2021/22 e o zerozero dá-lhe a conhecer cada uma das 12 equipas, numa antevisão com tudo o que precisa de saber. As mudanças no plantel, a estrela, o jogador em ano de afirmação e ainda declarações exclusivas dos treinadores.

      Um ano depois de descer à Proliga por opção, o Illiabum está de regresso ao escalão máximo do basquetebol nacional. A época foi quase perfeita para a histórica equipa de Ílhavo, que sofreu uma autêntica revolução durante o mercado de verão. Chegaram muitas caras novas para substituir as várias saídas e chegou também um novo comandante, Nuno Manarte, que terá como missão manter a equipa na Liga Betclic.

      Plantel: Foram muitas as saídas e também muitas as entradas, mas o balanço do mercado do Illiabum é muito positivo. A equipa manteve uma base de jogadores como Augusto Sobrinho ou Manuel Sicó, garantiu estrangeiros de qualidade que já conhecem a liga e ainda assegurou a contratação do internacional luso Pedro Pinto, preveniente do FC Porto, um dos «roubos» deste mercado em Portugal. No geral, parece uma equipa equilibrada e com qualidade para atingir a manutenção.

      ©FPB
      Estrela: Depois de dois anos de adaptação à liga no Maia Basket, Lamar Morgan chega a um projeto diferente, onde terá de partilhar o papel de referência ofensiva, mas no qual pode juntar outra eficácia aos seus números e à qualidade que já demonstrou no passado. No recente amigável com o Vitória SC (33 pontos e 6 triplos) ficou bem clara a sua qualidade ofensiva. Nota ainda para nomes como Pedro Pinto, Augusto Sobrinho ou Montell Goddwin, que também serão elementos em destaque.

      Afirmação: Embora não seja um nome totalmente desconhecido do público nacional, a verdade é que Jaylen Key passou a maior parte da última época na Proliga, ao serviço da equipa B do Benfica, na qual demonstrou muita qualidade. É um poste muito versátil, que parece preparado para dar o salto e ter impacto num nível superior.

      Treinador: Nuno Manarte dispensa apresentações. É um nome histórico da modalidade em Portugal, como jogador e como treinador, com muita experiência e qualidade, mas terá aqui um dos grandes desafios da carreira, não só por ser o regresso ao ativo, mas também porque será o primeiro desafio fora da Ovarense.

      Nuno Manarte: «Apostámos em jogadores com vontade de cá estar»

      ©Illiabum Clube

      Chegada ao Illiabum: «Esta é a minha profissão e a minha paixão e eu quero estar no ativo. O convite do Illiabum surgiu numa altura em que eu já não esperava, porque me parecia que as equipas estavam fechadas, mas a partir do momento em que existiu, eu não hesitei. Primeiro o Illiabum é um clube histórico no panorama nacional, a cidade respira basquetebol e os adeptos são muito entusiastas, mas também porque me queria desafiar a sair da minha zona de conforto e experimentar outras coisas, sendo que estar perto de casa também ajudou.»

      Pré-época: «Faço um balanço positivo. As pré-épocas servem para experimentar coisas, ver jogadores, para verem como é que as coisas funcionam… é verdade que os resultam contam, mas contam menos nesta altura. A equipa é quase toda nova e este processo inicial é sempre muito doloroso, mas a equipa trabalhou bem durante estas quatro semanas e estou muito contente. Ao fim da segunda semana, a equipa já demonstrou alguma competitividade e, independentemente dos resultados, os jogos foram sempre muito competitivos e não tive nenhuma má sensação.»

      Reforços: «Dentro da nossa realidade e possibilidade, porque eu não escolho os que quero, escolho os que posso, havia uma ideia clara de trazer jogadores que já conhecessem a liga. Foi o caso do Montell Goodwin, que foi uma oportunidade que houve e eu não hesitei porque já o conheço há dois anos, é um jogador super interessante e as referências eram muito boas. O Lamar Morgan também já conhecia e as referências também eram muito boas. O Jaylen Key, que era da equipa B do Benfica e fez alguns jogos na equipa A, também conhecia. Ter três jogadores assim, permite-te arriscar um pouco mais e trazer um rookie, um jogador com algum potencial, mas que haja algum desconhecimento pessoal, correndo algum risco na adaptação.

      O Tahjai Teague é um rookie com muito potencial e o CJ Dunston já tinha alguma experiência europeia – dois anos em Espanha e um na Suécia – e tinha boas referências pessoais, mas esteve parado no último ano e meia, por isso também há algum risco, mas mais ou menos calculado e também é preciso arriscar. O Pedro Pinto também acaba por ser um encaixe muito bom. Foi quase um golpe de sorte, confesso, mas fiquei muito contente. Eu já o conhecia da seleção, por isso nem sequer tive de cruzar referências. Depois, a ideia também era aproveitar algumas coisas que já existiam aqui em Ílhavo e que também me agradavam, como é o caso do Sicó, do Lamine ou do Augusto Sobrinho.»

      ©FPB
      Plantel: «Mais do que apostar na juventude, quisemos apostar em quem quer isto. Uma das minhas imposições com a direção foi ter gente profissional, que fizesse isto e estivesse disponível a tempo inteiro, porque não vejo o basquetebol a part-time. Uma equipa como a nossa precisa de trabalhar mais do que as outras para atingir rendimentos superiores e isso implica muito tempo no pavilhão e muito treino e há que ter disponibilidade para isso. Apostámos em jogadores com vontade de cá estar, independentemente da idade, e quisessem aprender e também quisemos ter equilíbrio em relação às pessoas daqui. Vim para um sítio diferente e também era importante eu conhecer a cultura daqui e perceber como é que as coisas se fazem por cá.»

      Objetivos: «É muito difícil falar de objetivos nesta altura. O meu objetivo imediato é ganhar o primeiro jogo do campeonato e começar bem o campeonato. Ainda há um desconhecimento grande, apesar de já ter visto quase todas as equipas, sobre a real prestação das equipas, por isso ainda é prematuro estar a definir objetivos. Mas está certo e assumido que o clube, pela história e pela forma como trabalhou no defeso, quer estar na liga para o ano. Preciso de ter um conhecimento maior sobre as outras equipas e da minha própria equipa para perceber para que patamar vamos jogar, mas, responde à pergunta, o objetivo claro é a manutenção.»

      Liga: «O nível de cima subiu e vai tendo mais equipas, que é um sinal de que as equipas estão a dar um passo em frente. Eu prevejo que as equipas de baixo se vão tentar aproximar das equipas de cima, mas ainda é pura especulação. Temos de esperar que haja três/quatro jornadas para ter uma noção, até porque há equipas que ainda estão a trocar de jogadores estrangeiros. Mas a minha ideia é que a liga tem subido de nível, tem acrescentado qualidade às equipas e aos próprios jogadores. As equipas têm-se reforçado muito, a qualidade dos estrangeiros tem aumentado e a competitividade também.»

       NomePosiçãoDt. Nascimento
       B2001-07-28
      3B1995-09-04
      4B1999-00-00
      6B1988-03-05
      44B2003-03-18
      7Ex1985-03-31
      12Ex1994-03-26
      22Ex1997-04-30
      1PST2004-08-24
      14PST1988-12-09
      15PST1997-05-09
      25PST1997-06-26
      53PST2000-10-22
      [Jogadores já transferidos esta temporada]



      Estados Unidos
      Lamar Morgan
      NomeLamar Morgan
      Nascimento1997-04-30(24 anos)
      Nacionalidade
      Estados Unidos
      Estados Unidos
      PosiçãoExtremo

      Fotografias(17)

      Comentários (3)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      Zerozero
      2021-09-27 13h23m por _Krusty_
      Fábio Dias jogou a época 2017/18 no Benfica sub-18. . . enganaram-se na sua ficha de equipas.
      Agradecimento
      hm por zerozero.pt
      Muito obrigado. O perfil do atleta foi atualizado com base no comentário acima.
      Zerozero
      2021-09-26 11h57m por _Krusty_
      Fábio Dias não está retirado, frequenta a Verginia Episcopal School há 3 anos nos Estados Unidos.

      2020/21 Virginia Episcopal School (USA)
      2019/20 Virginia Episcopal School (USA)
      2018/19 Virginia Episcopal School (USA)
      2017/18 Benfica (sub-18)
      2016/17 Benfica (sub-16)

      Fonte: YouTube e site Verginia Episcopal School
      Agradecimento
      hm por zerozero.pt
      Muito obrigado. O perfil do atleta foi atualizado com base no comentário acima.
      Zerozero
      2021-09-25 19h58m por _Krusty_
      Têm 2 João Costa na equipa universitária Davis & Elkins Senators. O que realmente lá está foi quem jogou época passada no Sanjoanense, formado no Beira-Mar.
      O outro João Costa continuará no plantel do Clube dos Galitos Aveiro nesta época.
      Agradecimento
      hm por zerozero.pt
      Muito obrigado. O perfil do atleta foi atualizado com base no comentário acima.
      Tópicos Relacionados
      OUTRAS NOTÍCIAS
      Liga Portuguesa
      com video
      Após vitória contra o Marítimo
      O treinador do Vitória SC analisou a vitória por 2x1 na receção ao Marítimo, um jogo decidido na reta final.
      ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
      Maxaqueen 23-10-2021, 02:14
      Krad_Fire 23-10-2021, 00:48
      FK
      fka 23-10-2021, 00:41
      academico23 23-10-2021, 00:29
      Ruben_Ferreira 23-10-2021, 00:16
      FK
      fka 23-10-2021, 00:14
      FK
      fka 23-10-2021, 00:12
      Ruben_Ferreira 23-10-2021, 00:07
      lvr1vsc 23-10-2021, 00:04
      Sir_Harry_Kane 22-10-2021, 23:52
      daniel_fcporto 22-10-2021, 23:49
      VerdeRubro 22-10-2021, 23:49
      DI
      diogoriba 22-10-2021, 23:46
      lvr1vsc 22-10-2021, 23:45
      Sir_Harry_Kane 22-10-2021, 23:32
      Sir_Harry_Kane 22-10-2021, 23:28