betclicpt
      Mude para o zerozero Hóquei em Patins. Tudo sobre o Hóquei em Patins aqui!
      Destaque
      zerozero falou com os técnicos

      O suspense da subida no olhar dos treinadores

      2020/09/21 18:08
      Texto por Humberto Ferreira
      E0

      Nuno Lopes, André Luís e Vítor Silva estiveram no passado sábado envolvidos numa das mais emocionantes decisões do hóquei em patins nos últimos anos. O equilíbrio da prova de acesso foi tão grande que a última jornada atirou para cima da mesa quase tantos cenários como as hipóteses de ganhar o Euromilhões. Mas a questão prática era simples: Quem ganhasse subia e foi isso que aconteceu ao Tomar, Os Tigres e Famalicense.

      Para o leitor ter noção do equilíbrio, as três que subiram, uma ganhou a uma e perdeu com a outra.

      O zerozero falou com os três treinadores para saber o sentimento depois de uma prova tão desgastante, pois foram cinco jogos em 14 dias.

      Nuno Lopes, que já estava no Tomar na época passada garantiu: «Foi a terceira subida de divisão em Tomar, a mais dura e saborosa. Foram seis meses a aguardar este momento. Foi um prémio justo pelo campeonato da 2.ª divisão e justo pela prova que fizemos, jogámos sempre para ganhar e acabámos por ser premiados.»

      qNuno Lopes: «Sentimento de dever cumprido, este é o lugar do clube e da cidade»

      O treinador que chegou aos nabantinos em 2018/2019 elogiou os atletas e avisou: «Retomámos a melhor liga do mundo um ano depois, temos que preparar o que aí vêm, vai ser um ano muito duro. Os atletas têm tido uma grande entrega ao trabalho e acabámos todos premiados. Sentimento de dever cumprido, este é o lugar do clube e da cidade.»

      André Luís voltou a fazer história n'Os Tigres. Depois da subida em 2018/2019 conseguiu, na disputa desta prova preliminar, ficar na 1.ª Divisão: «É um prémio mais que justo para a comissão administrativa, todo o staff, jogadores, famílias e para a toda cidade de Almeirim e todo o Ribatejo e a nossa região. Não me esqueço dos atletas que saíram, pois ao fim ao cabo esta prova, por mais surreal que possa parecer era uma prova do ano passado com planteis deste ano. Há quem acredite em forças divinas e superiores a nós, e com as condições que temos em Almeirim, com o esforço hercúleo que foi feito por todos, principalmente pelos atletas, podemos chamar a isto mais um milagre de Almeirim, mas os milagres e a sorte dão muito trabalho e um pequeno pormenor faz a diferença e é por ai que nos vamos regendo».

      qAndré Luís: «Temos cinco atletas entre os 19 e os 21 anos, que são uma aposta nossa e que são portugueses e vão estar na montra do hóquei português»

      Ainda assim, e apesar do sucesso alcançado, o jovem treinador criticou a solução encontrada para a competição: «Desde o início que eu e Os Tigres de Almeirim defendemos o alargamento da 1.ª Divisão e nunca esta liguilha. Não sei a quem interessou, pois foi sempre uma questão dúbia em todos os seus quadrantes. Depois a 1.ª Divisão que parte para Play-off, que trará mais custos e mais deslocações à quarta-feira. Uma prova onde só um terço dos clubes tem uma estrutura profissionalizada. Esta fase preliminar levou a que começássemos a  treinar em agosto, muitos destes jogadores não tiveram férias, pois toda a gente trabalha. Em Almeirim os treinos são tarde, temos atletas que trabalham até tarde e tiveram 14 dias de uma competição onde todos os jogos foram do mata-mata e disputados até ao último segundo».

      André Luís destacou ainda a forma irreverente como os jogadores atacar «as duas finais»: «Nos dois últimos jogos não tínhamos margem de erro e veio ao de cima a identidade desta equipa. Volto a recordar que temos cinco atletas entre os 19 e os 21 anos, que são uma aposta nossa e que são portugueses e vão estar na montra do hóquei português».

      Já Vítor Silva, um dos treinadores com mais anos de 1ª Divisão, está de regresso ao convívio entre os grandes, depois de há duas épocas ter assumido o Famalicense na 2ª Divisão, não escondeu a felicidade: "O sentimento é de grande alegria por conseguirmos colocar, ao fim de quinze anos, o famalicense na primeira divisão».

      qVítor Silva : «Vamos com ambição e com a certeza que iremos surpreender muita gente»
      O treinador recordou o percurso e as dificuldades encontradas e pegou nisso para elogiar o grupo: «com a derrota na primeira jornada o grupo consegui dar a volta e acreditou sempre que era possível e com um espírito de grupo muito forte conseguimos um feito que poucos, tirando o grupo, acreditavam. Agora é desfrutar o prazer de jogar contra os melhores.»

      O jogar com os melhores significa mais capacidade para sofrer, mas Vítor Silva sublinhou: "Vamos com ambição e com a certeza que iremos surpreender muita gente».

      Na 1ª jornada do campeonato o Tomar viaja a Valongo, Os Tigres recebem o Sporting e o Famalicense mede forças em Famalicão com o Óquei de Barcelos.




      Quadro completo (Jornada 1):


      I Divisão Hóquei Patins 2020/21: veja aqui tudo sobre a edição
      Comentários (0)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      EAinda não foram registados comentários...
      OUTRAS NOTÍCIAS
      Segunda Liga
      Dragões sem argumentos na Serra
      A equipa serrana aproveitou algumas baixas na equipa de Rui Barros e, com uma forte primeira parte, conseguiu novo triunfo na Liga Portugal SABSEG.
      ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
      tcb9277 31-10-2020, 13:09
      mihaly_siska 31-10-2020, 13:05
      ReturnoftheEagle 31-10-2020, 12:59
      AcaroInformatico 31-10-2020, 12:56
      AcaroInformatico 31-10-2020, 12:53
      slbmeireles 31-10-2020, 12:49
      The_Knick 31-10-2020, 12:43
      MisticaEncarnada 31-10-2020, 12:39
      EgoFragil 31-10-2020, 12:38
      EgoFragil 31-10-2020, 12:38
      slbmeireles 31-10-2020, 12:37
      AS
      ASNL 31-10-2020, 12:36
      22
      222_vezes_3 31-10-2020, 12:34
      EgoFragil 31-10-2020, 12:32
      EgoFragil 31-10-2020, 12:31
      EgoFragil 31-10-2020, 12:29