betclicpt
      X
      O perfil e o trabalho do adversário do Flamengo

      ESPECIAL RIVER X FLAMENGO | Quem é Gallardo, o treinador que vai ter uma estátua em Buenos Aires

      2019/11/22 14:00
      Texto por Jorge Ferreira Fernandes
      E2

      É certo que a final da Libertadores está marcada para este sábado, dia 23 de novembro, mas avencemos no início desta história para o dia nove de dezembro. Não por causa de algum jogo, muito menos devido a uma ocasião desportivamente mais especial do que uma final da Taça Libertadores; apenas pelo que o dia assinalado representa para Marcelo Gallardo, o treinador do River que terá, a partir dessa altura, uma estátua em sua homenagem junto ao Monumental de Buenos Aires. 

      A distinção, na forma de uma figura de sete metros, feita com seis toneladas de bronze, que já está a ser preparada cuidadosamente há alguns meses, é apenas a consequência de um trabalho de autor. Gallardo pegou num gigante adormecido para ganhar títulos atrás de títulos, incluindo duas Taças Libertadores. 

      Prometeu e cumpriu

      «River va a recuperar su historia». A frase é forte e pertence ao treinador que não teve medo de demonstrar confiança no primeiro contacto enquanto líder de uma das equipas mais adoradas do continente sul americano. O gigante argentino tinha caído na segunda divisão, em 2011, e a missão de o levantar não se adivinhava fácil. Poucos, hoje, podem questionar as palavras do técnico, que demorou pouco tempo a materializar o seu propósito inicial.  

      Marcelo Gallardo
      River Plate
      Total

      270 Jogos
      140 Vitórias
      76 Empates
      54 Derrotas

      460 Golos
      240 Golos sofridos

      ver mais »

      Mas, afinal, quem é este homem que conquistou o mais exigente dos hinchas e que pode atingir uma segunda Libertadores consecutiva na capital do Perú, diante de um Flamengo motivado, mas claramente menos habituado a estas andanças internacionais?

      Importa recordar, em primeiro lugar, que falamos de um antigo jogador do clube. Gallardo passou os primeiros anos da carreira profissional com o River Plate, regressando em duas ocasiões distintas para passar a centena de jogos. Pouco depois de sair, o pesadelo chegou ao Monumental, com a descida de divisão que provocou um autêntico clima de guerrilha pelas ruas da capital argentina. Foram muitos aqueles que não aceitaram o destino e a queda. 

      Chegando ao comando técnico, em 2014, já depois de consumado o regresso do clube ao lugar habitual, Marcelo não demorou muito a introduzir uma forma de jogar específica e a criar uma equipa com identidade própria. O River é um processo evolutivo, mas a intensidade, a pressão sem bola, a capacidade para ferir o oponente com transições bem construídas e o futebol de toque começaram desde cedo a entusiasmarem os Millonarios. Até, por vezes, pode parecer um caos, mas que este futebol é difícil de travar e anular...

      Sendo treinador de uma equipa, ainda por cima profissional, Gallardo não se cinge a um olhar estritamente técnico-tático. O argentino encara o futebol como um fenómeno essencialmente coletivo, de harmonia, utilizando até a linguagem musical para explicar a forma como vê a profissão. 

      «Há uma grande quantidade de trabalho por detrás de ser treinador de futebol. Para mim tem algumas semelhanças com o produtor de um disco. Porquê? Porque nos dois trabalhos há que reunir uma série de coisas, que não têm necessariamente a ver com tática e estratégia, mas que poderão ter a ver com a constituição e formação do grupo, o funcionamento da equipa e dos seus recursos humanos. Hoje, temos muitas distrações e aprendemos as coisas de uma outra maneira. Temos que nos adaptar a isso para que a equipa jogue», referiu o técnico, numa entrevista à publicação Enganche, em dezembro de 2017. 

      As preocupações vão, por isso, muito para além daquilo que se passa dentro das quatro linhas. Na segunda mão da final da Libertadores 2018, por exemplo, depois do autocarro do Boca Juniors ter sido atingido por pedras, e no momento em que ficou decidido que o jogo teria de ser adiado para uma nova data, Gallardo apresentou uma reflexão sobre a forma como o futebol retrata também a sociedade. 

      «A violência desta tarde deixou-nos outra vez expostos pela forma como estamos a conviver como sociedade. Ficamos com um sentido de tristeza porque tudo o que parecia ser um festa, lamentavelmente, terminou muito mal», referiu, horas depois do incidente que provocou a realização do jogo decisivo no Santiago Bernabéu, em Madrid.

      Guardiola e...Barcelona

      No momento em que nos encontramos, Gallardo prepara-se para uma grande final, entre muitos elogios, rumores de saída e supostos namoros da seleção argentina e do próprio Barcelona, sendo o chefe do River um dos possíveis candidatos à sucessão anunciada pela imprensa espanhola de Ernesto Valverde. 

      Nesta fase de reconhecimento, um elogio acabou por fazer notícia. Guardiola pediu mais atenção ao futebol sul-americano e deu o exemplo de Gallardo como alguém que já teria de estar nomeado para os melhores treinadores do Mundo. 

      «O que Gallardo tem feito no River é incrível. Dá consistência à equipa ano após ano, com resultados. Os jogadores saem, mas ele continua por lá. Há coisas que não consigo entender...Somos três nomeados para melhor do Mundo e ele nunca está lá», disse o bicampeão inglês. 

      Agora, depois de um trabalho de autor, de entrar nas bocas do mundo futebolístico, um dos técnicos mais vitoriosos do futebol argentino tem a oportunidade de fazer ainda mais história. O duelo particular com Jorge Jesus promete...

      Veja as incidências da partida no acompanhamento feito pelo zerozero.pt.
      Sondagem
      RESULTADO SONDAGEM
      RIVER PLATE
      EMPATE
      FLAMENGO
      Comentários (1)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      River-Mengao
      2019-11-22 23h35m por bludouro
      Depois do classico River Plate-Boca Juniors na final da Copa Libertadores do ano passado - desviado de Buenos Aires para Madrid - o jogo decisivo da prova desta temporada - desviado de Santiago para Lima - culmina com outro desafio quente: River Plate-Flamengo = o mais popular da Argentina vs o mais popular do Brasil. . . simplesmente a nao perder. . .
      jogos históricos
      U Sábado, 23 Novembro 2019 - 20:00
      Monumental de Lima
      Roberto Tobar
      1-2
      Santos Borré 14'
      Gabriel Barbosa 89' 90'
      Tópicos Relacionados
      VIDEOS
      OUTRAS NOTÍCIAS
      América do Sul
      Jogador foi vendido por 20 milhões
      Everton Cebolinha já se despediu do Brasil para rumar a Lisboa, onde será reforço do Benfica, e o presidente do Grêmio comentou a venda do atleta aos encarnados, num ...
      ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
      Ultras-__FCP 12-08-2020, 18:25
      The_Knick 12-08-2020, 18:24
      3D
      3dA 12-08-2020, 18:22
      redlegion 12-08-2020, 18:20
      iSMURF4 12-08-2020, 18:19
      Patriota99 12-08-2020, 18:15
      newone21 12-08-2020, 18:15
      SO
      SomosPorto1989 12-08-2020, 18:14
      ReturnoftheEagle 12-08-2020, 18:13
      newone21 12-08-2020, 18:13
      iSMURF4 12-08-2020, 18:13
      PI
      Pinkman 12-08-2020, 18:11
      ReturnoftheEagle 12-08-2020, 18:09
      j-f-uite 12-08-2020, 18:09
      Patriota99 12-08-2020, 18:08
      Patriota99 12-08-2020, 18:07