placardpt

      Braga

      Portugal
      Portugal
      | População: 170858

      Descrição

      Temos notícia de estar aqui há trezentos mil anos, atravessando diversos ciclos históricos do paleolítico à cultura castreja. No entanto é com os romanos em 138 d.c. que Braga é elevada à dignidade de Conventus Jurídico, abrangendo 24 civitates o que lhe assegura um título honroso: Bracara Augusta.

      Mais...

      Augustus, imperador romano, promoveu "Bracara Augusta" a capital da Galécia - a velha região romana que incluía a Galiza (agora território espanhol) e o Minho. Domínio romano A cidade gozou de séculos de prosperidade sob o domínio romano e, no século V, quanto o Império caiu, os suevos fizeram de Braga a sua capital. Declínio mouro O domínio mouro na Península Ibérica foi menos simpático para Braga. A cidade foi ocupada, no princípio do século VIII e só voltou a erguer-se depois da "Reconquista". Sede de arcebispado Muito do ímpeto por detrás da posterior ascensão da cidade ficou a dever-se à sua condição de sede de arcebispado e local de peregrinação. Os arcebispos deixaram as suas marcas na cidade. Nova catedral O bispo D. Pedro (r. 1071-1091) ordenou a construção da Catedral, que foi concluída em 1089. Desde então, os bispos de Braga foram verdadeiros governadores. Clérigos guerreiros Na verdade, muitos dos primeiros bispos de Braga lutaram nas batalhas da "Reconquista" contra os mouros, com D. Peculiar a juntar-se ao rei D. Afonso Henriques no exército que reconquistou Lisboa, em 1147. Tesouros arquitectónicos Muitos outros poderosos homens da Igreja continuaram a marcar a cidade de forma duradoura. D. Diogo de Sousa (r. 1505-1532) e D. Rodrigo de Moura Teles (r. 1704-1728) foram responsáveis por alguns dos tesouros

      Fotografias(12)

      Braga (POR)
      Braga (POR)

      Localização