placardpt

      BATE Borisov

      Bielorrússia
      Bielorrússia
      mBorisovmfundado em 1973

      Resumo(2022)

      JVEDDG
      21012-4
      301611351-21
      741214-7
      11001-0
      402212668-32
      [Jogos decididos por Moeda ao ar (MA) ou por grandes penalidade (g.p.) são considerados empates]
      D

      plantel

      MAIS UTILIZADOS

      Escalação baseada nos jogadores mais utilizados na temporada. Mínimo de 10 jogos
      NACIONALIDADES
      PaísValor
      Bielorrússia
      Bielorrússia
      29 (80,6%)
      Rússia
      Rússia
      3 (8,3%)
      Sérvia
      Sérvia
      1 (2,8%)
      Cazaquistão
      Cazaquistão
      1 (2,8%)
      Senegal
      Senegal
      1 (2,8%)
      Nigéria
      Nigéria
      1 (2,8%)
      Médias
      ItemValor
      Jogadores36
      Média Idade22,81
      Média Altura184 cm
      Média Peso76 Kg

      equipa técnica

      Treinador
      Treinador
      Treinador
      Treinador
      D

      Vídeo

      Resumos
      Colocado há 3 meses | 205 Visualizações | Duração: 03:27
      D

      Títulos (27)

      DADOS GERAIS
      D
      NomeFutbolniy Klub Borisov Works of Automobile and Tractor Electronic Equipment
      AlcunhasThe Yellow-Blues
      Ano de Fundação1973-00-00
      CidadeBorisov
      País
      Bielorrússia
      Bielorrússia
      Associação-
      Marca EquipamentoAdidas
      PatrocínioBelarus
      Equipamento
      BATE Borisov
      Outras Ligações
      PresidenteAnatoli Kapski
      MoradaRevolyutsii Avenue, 16
      RankingsUEFA: 98 [2022/23]  |  IFFHS: 79 [Fevereiro]
      RAIO X
      OUTRAS EQUIPAS
      ESTÁDIO
      Borisov Arena
      Lotação12548
      Medidas105x68
      Inauguração2014
      Enciclopédia
      História
      O BATE Borisov é o mais bem sucedido clube da Bielorrússia, crónico campeão de um país que hoje e sempre, é um perfeito desconhecido para a Europa Ocidental. Pouco se sabe sobre a nação que é governada com «mão de ferro» pelo autocrático Aleksandr Lukashenko (1), presidente desde 1994 da «última ditadura da Europa».