betclicpt
      A Coluna é do Silva
      Paulo Silva
      2020/09/15
      E2
      A Coluna é do Silva é o espaço de opinião sobre e à volta do FCP, dinamizado por Paulo Silva, um dos podcasters responsáveis por “A Culpa é do Cavani”, o podcast de referência do universo portista. Publica-se à terça-feira, semana sim, semana não.

      Faltam 2 horas. Hora e meia se algum detalhe sem importância, ou então significante, da vidinha que vamos tocando como Deus deixa me atrasar. O que já me vai irritar ligeiramente. Mas visto a pele e a coisa passa. Sobre o tronco nu, se é estio e o calor pede cervejas geladas e gargalhadas altas e vernáculo gaseificado. A versão larga sobre uma camisola grossa, se a invernia aconselha cachecol e tinto e vernáculo de língua pintada.

      O velho C2 encontra a entrada da autoestrada por instinto, os barulhos das suas juntas gastas abafados pela música que toca sempre muito alto, e lá prosseguimos os dois, felizes, cantarolando, ele gozando com os carros de maior cilindrada que vai deixando para trás, eu com um sorriso estúpido que nunca saberei explicar. Vimos com tempo, evitando ajuntamentos e outros nós no tráfego, sabemos onde ele ficará, seja dia de romaria ou segunda-feira à noite e caia um dilúvio. O C2 acomoda-se no seu lugar de sempre, um pouco mais à frente, um pouco mais atrás, o arrumador velhote acena com a cabeça enquanto confere o número de amolgadelas e riscos e outras marcas de guerra da fiel carcaça. Em calhando, descemos juntos a rua, até ao Novo Rumo.

      Ele não pedirá nada, eu reclamarei uma Super Bock e um panado, um taça de branco adamado de um garrafão de plástico branco e uma isca de bacalhau, um rissol de carne, uma patanisca, tudo vai depender dos apetites. O senhor Costa despachará o velhote primeiro, ele beberá de um trago, voltará a acenar-me com a cabeça e estão feitas as nossas contas. Depois lá se solta o vernáculo, dois tasqueiros em lados opostos do balcão.

      Desço para o viaduto com o cigarro a brincar nos lábios, cruzando-me com a minha gente que nem conheço, passo pela terra, pela lama, pelas pedras, subo colado ao shopping e desaguo naquela passadeira que nos enche a alma. Ei-lo. Eis-nos.

      Depois é a minha malta do futebol. Como a mais boa aqui de casa lhes chama, as minhas namoradas da bola. Venham as gargalhadas e o onze. Até os deixar, mãos nos bolsos, a caminho de casa, da minha outra casa. Passo pela fila da revista da 9 e sou chegado.

      Haverá um jogo, um dia nós voltaremos a poder vê-lo no nosso lugar. Mas até lá, temos para isso inúmeras câmaras e comentadores e ângulos e jornalistas isentos e nem por isso. É o resto, é este caminho até que me falta. Muito.



      Comentários (2)
      Gostaria de comentar? Basta registar-se!
      motivo:
      Bem bindo à festa, pá!
      2020-09-17 17h33m por Blueman
      Saudades das tuas escritas. . . do teu romantismo metaleiro! Ah grande Silva!
      Bom Texto
      2020-09-15 15h47m por DingyPT
      Bom texto que captura a essência de um adepto que quer é ver bola, mas acima de tudo, como animais sociais que somos, faz-nos falta toda esse "ajuntamento".
      Espero que em breve possamos retomar rotinas ou até criar novas.
      OPINIÕES DO MESMO AUTOR
      Nas primeiras jornadas da temporada passada de “A Culpa é do Cavani”, manifestei alguma surpresa, e bastante agrado, com o que me parecia uma capacidade renovada dos clubes ...
      01-09-2020 16:52E10
      O país, o continente, o mundo, estão suspensos da incerteza. Vivemos dias de ansiedade e justificada apreensão. As notícias são contraditórias; os analistas praticam as suas habilidades favoritas: ...
      18-08-2020 11:47E4
      O FCP fechou uma época que ficará na história, por pandémicas razões, com chave de ouro, conquistando um título que nos fugia há tempo demais e que era uma pedra no sapato do nosso treinador. Os ...
      04-08-2020 13:09
      Opinião
      Vénia ao 3º Anel
      Filipe Inglês
      A Coluna é do Silva
      Paulo Silva
      Livres Sem Barreira
      Márcio Madeira
      O sítio dos Gverreiros
      António Costa
      Pontapés na atmosfera
      Pedro Fragoso
      Camisola 10
      Cláudio Soares