história
Clubes

Estoril

Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
TheThe club was founded on 17 May 1939 as Grupo Desportivo Estoril Praia by, among others, Joaquim Cardim, José Ereia, João Rebelo, Armando Vilar, Ernesto Tomás, and Joaquim Nunes.[2] The club's principal promoter was Fausto Cardoso de Figueiredo, the wealthy owner of the Lisbon-Cascais railway, the English hotels of the city, Paris and the Palace, the bath building, and the Estoril Casino.[2] The team's badge and kit colours were inspired by Estoril's many beaches, considered the best in all of Portugal. The yellow symbolizes the colour of the sun, while the blue symbolizes the colour of the neighbouring Atlantic Ocean.[2Em
Em véspera da Segunda Guerra Mundial São João do Estoril tornava-se sinónimo de desenvolvimento e riqueza. A freguesia crescera depois da Primeira Guerra Mundial como o centro do que então se convencionava chamar de Riviera Portuguesa.
 
Em 1928 a zona do Estoril, Monte e Cascais era rebatizada de Costa do Sol, pela Sociedade de Propaganda da Costa do Sol que assim tentatava atrair para a zona o investimento nacional e estrangeiro.
 
Fausto Cardoso de Figueiredo fora o principal promotor do ideia. Já em 1905 fundara a Sociedade Estoril Plage, que uma década mais tarde lançou a primeira pedra do projecto da construção do Casino. Em 1926 inaugurava-se a linha de comboios de Cascais, pertença da empresa de Fausto Cardoso de Figueiredo.
 
Seria ele também um dos principais mentores da fundação do Grupo Desportivo Estoril-Praia, que por influência da sociedade gestora, era também conhecido à época como Estoril-Plage. 
 
Seria a 17 de maio de 1939 com o beneplácito de Cardoso que um grupo formado entre outros por Joaquim Cardim, José Ereia, João Rebelo, Ernesto Tomás, Joaquim Nunes e Armando Vilar fundou o novo clube.  Com o apoio da grande empresa, com o sol e a praia como símbolos, o futuro do Estoril-Praia prometia-se esplendoroso, contudo a Segunda Guerra Mundial começaria a 1 de setembro do mesmo ano, lançando nuvens de desconfiança sobre o futuro da novel coletividade. 
 
Primeiros passos
 
Começou por competir nas competições regionais, passando a participar no Campeonato de Lisboa ao lado dos grandes clubes como Sporting, Benfica e Belenenses. Participando também na Taça de Portugal, onde chegou à final da Taça em 1943/44, no primeiro grande feito do seu historial. Contudo, essa tarde nas Salésias em Lisboa não seria de boa memória, com os «canarinhos» a serem esmagados pelo Benfica com um pesado 8x0.

A Europa vivia a Segunda Guerra Mundial, mas em Portugal como país neutral vivia-se em paz. Ricos e poderosos que fugiam ao conflito refugiavam-se em terras lusitanas, especialmente na Costa do Sol, com o Estoril em destaque, sendo nessa época a localidade com mais cabeças coroadas por metro quadrado. 
 
Carol II da Roménia, O Conde de Barcelona, pai do futuro Rei Juan Carlos, Miklos Horthy regente da Hungria, Umberto II de Itália, todos se refugiaram no Estoril, onde o próprio Ditador português, António de Oliveira Salazar se refugiava no verão, da canícula lisboeta. 
 
Anos de ouro
 
Em 1944/45 qualificou-se pela primeira vez para o Campeonato da Primeira Divisão. A estreia saldar-se-ia por um sexto lugar (empatado com Olhanense) numa época em que conseguiu um histórico 8x1 sobre o FC Porto em casa.  No regresso ao principal campeonato em 1946/47 o «clube da linha» conquistou o quinto lugar. 
 
Durante três épocas o Estoril ombreou com os maiores de Portugal, terminados duas vezes em quinto (em 1947 e 1949) e uma vez em quarto (1948) um feito de destaque numa época em que em Portugal havia quatro grandes: Benfica, Belenenses, Porto e Sporting
 
Em 1947, liderado pelo húngaro Lippo Hertzka que antes treinara clubes como Athletic de Bilbau, Real Madrid, Belenenses e Benfica, chegou a São João do Estoril com ambição de levar o clube bem alto. Graças ao bom trabalho a equipa acabou a liga com os mesmos 33 pontos de Belenenses e FC Porto, mas muito longe de Benfica e do campeão Sporting na primeira época com os «Cincos Violinos».
 
Na segunda época, outro húngaro, Janos Biri, que orientara o Benfica durante oito anos e ganhara oito campeonatos (1) foi chamado para tomar o lugar de Hertzka. O Estoril conseguiu a melhor classificação de sempre até então e acabou em quarto lugar com os mesmos pontos do quinto FC Porto e com menos um que o Belenenses, terminando apenas a quatro de leões e águias, no famoso campeonato que ficou conhecido como o do «Pirolito». A terceira época da trilogia dourada do «clube da Linha» seria 1949 com o Estoril a ficar em quinto atrás dos quatro do costume. 

Biri fez as malas e rumou para Guimarães e pode dizer-se que o Estoril-Praia não seria mais o mesmo nos anos seguintes. 
-------------------------
(1) Biri também guiara o Porto à conquista do título em 1936. 
Following that season the club reached for the Primeira Liga in the 1944–45 season where they finished seventh in their very first season in Portugal's top flight division.[9] The next season saw the club play in the 1945–46 Segunda Divisão and the 1945–46 Campeonato de Lisboa.[10] The club remained in the top flight until the 1952–53 Primeira Divisão season where they finished last and were relegated to the Portuguese Second Division.[11] club was founded on 17 May 1939 as Grupo Desportivo Estoril Praia by, among others, Joaquim Cardim, José Ereia, João Rebelo, Armando Vilar, Ernesto Tomás, and Joaquim Nunes.[2] The club's principal promoter was Fausto Cardoso de Figueiredo, the wealthy owner of the Lisbon-Cascais railway, the English hotels of the city, Paris and the Palace, the bath building, and the Estoril Casino.[2] The team's badge and kit colours were inspired by Estoril's many beaches, considered the best in all of Portugal. The yellow symbolizes the colour of the sun, while the blue symbolizes the colour of the neighbouring Atlantic Ocean.[2]
 
When the club was initially established it began to play in the Campeonato de Lisboa which was a league competition contested by teams from Lisbon. It also began to compete in the Taça de Portugal. Four years after its establishment, the club has reached the Taça de Portugal final in the 1943–44 season in which they lost to S.L. Benfica 8–0 at the Campo das Salésias in Lisbon.[8]
 
Following that season the club reached for the Primeira Liga in the 1944–45 season where they finished seventh in their very first season in Portugal's top flight division.[9] The next season saw the club play in the 1945–46 Segunda Divisão and the 1945–46 Campeonato de Lisboa.[10] The club remained in the top flight until the 1952–53 Primeira Divisão season where they finished last and were relegated to the Portuguese Second Division.[11]
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...
Tópicos Relacionados