história
Clubes

Boavista

Texto por João Pedro Silveira
l0
E46
Ainda não terá passado suficiente tempo desde o fim do longo consulado dos Loureiro ao leme do Boavista - entrentanto retomado em 2012 -, para boavisteiros e não boavisteiros terem o distanciamento necessário para analisar este período marcante da história axadrezada sem esse julgamento ser turvado pela atualidade e a história recente do clube. 

Mas indiscutivelmente, é no período de tempo em que primeiro o pai Valentim, e depois o filho João estiveram à frente dos destinos boavisteiros, que o clube do Bessa viveu a sua época dourada. 
 
Em 1966, quando o clube caiu nas profundezas da terceira divisão, poucos podiam acreditar que passado uma década, em 1976, o Boavista conquistava a Taça de Portugal e sagrava-se Vice Campeão de Portugal. Nascia o «Boavistão» de José Maria Pedroto... Mas a história dos axadrezados não começou com os sucessos dos anos setenta e já remontava ao princípio do século XX, ainda em Portugal reinava D. Carlos I...
 
Origens inglesas
 
O futebol chegou a Portugal por intermédio dos ingleses. A «cidade invicta», muito ligada à Velha Albion por laços económicos e culturais, tinha a maior comunidade britânica no nosso país, não estranhando que fosse um grupo de ingleses, associados a jovens portugueses, que trabalhavam na Casa Graham, que fundaram o The Boavista Footballers.
 
A ligação entre ingleses e portugueses, acabou por passar por um período de turbulência em 1905, quando as duas comunidades não concordavam com o dia mais apropriado para a realização dos jogos.
 
Pelas suas convicções religiosas, na sua maioria protestantes, os ingleses queriam jogar ao sábado, já que o domingo era o dia do Senhor e como tal, deveria ser devotado ao recato da família e a Deus. Por sua vez, os portugueses queriam jogar ao domingo, que para a maioria dos trabalhadores era o dia de descanso semanal, perfeito - na sua opinião - para a prática desportiva.
 
O diferendo durou alguns anos e só terminou com a eventual saída da comunidade inglesa do clube. Aproveitando a debandada dos «Súbditos de Sua Majestade», os portugueses alteraram o nome da agremiação, que a partir dessa data passou a ser conhecida por Boavista Football Club.
 
Nova casa no Bessa
 
Seria um dos primeiros clubes portugueses a praticar futebol, e mais tarde, seria também um dos primeiros a enveredar pelo profissionalismo. O Boavista teve num campo na Rua dos Vanzeleres a sua primeira casa, mas mudar-se-ia de armas e bagagens, para um terreno na zona do Bessa, gentilmente cedido pela família Mascarenhas, onde nasceria o Campo do Bessa.
 
Nos primeiros anos, o Boavista partiu à frente da concorrência na cidade invicta, com mais meios, e apoiado por boas famílias da Boavista e da Foz do Douro, tomou a dianteira do futebol portuense.
 
São desses primeiros anos os primórdios da rivalidade com o Académico do Porto, o Leixões, o Salgueiros  e claro, o FC Porto. E não surpreendeu que tenha sido o primeiro Campeão do Porto em 1914. Os anos seguintes marcariam a ascensão dos rivais azuis e brancos, e o troféu nunca mais voltaria às vitrinas do Bessa.
 
Lento declínio
 
Durante os anos 20 e 30, apesar das participações regulares no Campeonato do Porto e no Campeonato Nacional, o Boavista nunca venceu nenhum campeonato. Acabando por só marcar uma presença no Campeonato da I Liga em 1936, onde ficou num sexto lugar entre oito equipas. No ano seguinte conquistaria o Campeonato da II Liga, naquele que foi primeiro título nacional dos boavisteiros, que entretanto já vestiam de axadrezado...
 
As décadas seguintes marcaram um período de inconstância, com os boavisteiros a subirem e a descerem repetidamente de divisão, acabando por descer às profundesas da terceira divisão, onde se mantiveram entre 1966 e 1968.
 
O Boavistão
 
O Campo do Bessa passou a Estádio do Bessa em 1973 e nessa época de 1973/74, chegava ao leme do Bessa o Mestre José Maria Pedroto. Com o «Zé do Boné» ao leme o Boavista conquistaria a primeira Taça de Portugal em 1974/75, feito repetido no ano seguinte, numa época em que os «axadrezados» disputaram o título com o Benfica até ao fim do campeonato, terminado pela primeira vez em segundo lugar na prova. Em 1978/79 chegou a terceira Taça de Portugal e um ano depois, surgia a primeira Supertaça Cândido Oliveira. 
 
Com Valentim Loureiro à frente do clube, o Boavista foi crescendo e aproximando-se paulatinamente dos três grandes, ameaçando o estatuto - até aí incontestável - de quarto grande do Belenenses.
 
As presenças constantes nas competições europeias, os resultados de renome, os craques que eram vendidos regularmente para Alvalade e Luz, fizeram do Boavista um dos clubes mais respeitados do país.
 
Lá fora, as vitórias sobre os clubes italianos como a Lázio ou o Inter, tornavam famoso o «clube das camisolas esquisitas». Já dentro de portas, as vitórias sobre Porto, Benfica e Sporting, tornavam-se cada vez mais comuns, e o vizinho seria inclusivamente brindado com um histórico 4x1, a 7 de janeiro de 1989.
 
Loureiro II e a conquista do Campeonato
 
Após as conquistas da Taça de Portugal em 1992 e 1997, e as respetivas supertaças, o Boavista voltou a conquistar um segundo lugar na I Liga, disputando o campeonato até ao fim com o FC Porto, numa época em que conseguiu uma histórica vitória por 0x3 no Estádio da Luz.
 
O ano seguinte marcou a estreia do clube na Champions, onde depois de eliminar o Brondby, acabou por ficar em último lugar num grupo com Rosenborg, Feyenoord e Borussia Dortmund
 
Mas o momento histórico estaria guardado para a época seguinte... 2000/01, ano em que a cidade do Porto se tornava Capital Europeia da Cultura, e os dois clubes disputavam novamente o título de campeão.
 
Num campeonato em que o Benfica terminou num impensável sexto lugar, os «axadrezados» fizeram uma época de sonho, superando um a um, todos os obstáculos no caminho para a glória.
 
Derrotaram o FC Porto na viragem do Campeonato, com um golo decisivo de Martelinho, que voltou a ser decisivo na recta final do campeonato, ao marcar um fabuloso chapéu a Peter Schmeichel , deixando os campeões em título fora da luta.
 
Até ao fim, com garra e muito crer, os rapazes de Jaime Pacheco ultrapassaram todos os problemas e conquistaram o título na penúltima jornada com uma vitória sobre o Desp. Aves por 3x0.
 
A festa começou na Avenida dos Aliados, mas terminou na Rotunda da Boavista, ao som do grito de «campeões!». E pela cidade fora, os portistas, cabisbaixos, ouviam os boavisteiros cantar que «o Porto tem mais encanto, vestido de preto e branco...».
 
Depois do Sucesso
 
Conquistado o país, seguiu-se a Europa com uma presença destacada na Champions League. Vitórias sobre o Nantes, Dynamo Kiev e Borussia Dortmund, empates com Liverpool e Bayern München, mostraram um Boavista de respeito ao «velho continente». A nível interno, o Boavista lutou com os leões até muito perto do fim e o Campeonato só voou para Alvalade após uma derrota surpresa em casa com o Varzim e uma derrota com um golo a cair do pano na Luz...
 
Perdido o segundo campeonato, o «Boavistão» europeu de Jaime Pacheco voltou a surpreender a Europa, numa caminhada fantástica na Taça UEFA, que só terminou a cinco minutos do fim do segundo jogo da meia-final com o Celtic, onde um golo do sueco Larson gelou o Bessa e anulou a vantagem do empate a uma bola, conseguido dias antes em Glasgow. O Boavista caía de pé, tão perto de ir jogar a tão ambicionada final «100% portuguesa» com o FC Porto em Sevilha. 
 
Naquele momento ninguém desconfiava, mas o golo de Larson punha uma pedra sobre uma era dourada do futebol «axadrezado», e o Boavista entrava na sua era mais sombria, depois de ter vivido os sete anos mais profícuos da sua história...
 
«Apito dourado» e a crise
 
A história recente do clube faz lembrar a narrativa bíblica de José e do sonho do Faraó, em que ao período das vacas gordas, se sucedia o período das vacas magras, que comiam as gordas e mesmo assim não engordavam.
 
Depois do enorme sucesso, dentro e fora de portas, os boavisteiros começaram a sentir o custo dos grandes investimentos efetuados na equipa, para tornar o Boavista um adversário à altura de Porto, Benfica e Sporting...
 
O espoletar do caso «Apito Dourado», as escutas, e o castigo que se sucedeu, só vieram piorar a situação do clube, que entretanto via João Loureiro abandonar a presidência.
 
Anos depois, quando o Boavista foi forçado a descer de divisão, apesar de no campo se ter mantido, os adeptos acordaram para uma triste realidade, que ainda há poucos anos nem sequer imaginavam nos seus piores pesadelos.
 
A consequente despromoção por incapacidade financeira à IIB, a desistência da Taça de Portugal, a constante ameaça da insolvência, tornou o dia-a-dia do adepto boavisteiro num fado desgastado, um rosário de penas por desfiar...
 
Após algumas investidas populistas mal sucedidas, Álvaro Braga Júnior chamou a si a responsabilidade e tomou conta da cadeira da presidência, iniciando um longo e fastidioso processo de recuperação que ainda hoje continua. Com o apoio dos adeptos, prolongou-se a luta com vista a fazer-se justiça ao clube, que se considerava injustamente despromovido, e que viu as suas pretensões reconhecidas em sede de direito. Com o regresso de Loureiro ao leme, voltou a esperança e o Boavista viu confirmado em sede de justiça, o direito a regressar ao lugar de onde nunca devia ter saído. 
Comentários (47)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
Boavista
2018-08-01 22h30m por Tiago_Valente
Grande clube, parabéns Boavista FC
XI
Reparo
2015-10-07 11h26m por xicokanceis
Este emblema do boavista esta incorreto. As letras não são a amarelo e sim a branco.
Agradecimento
hm por zerozero.pt
Muito obrigado pelo reparo. O emblema que consta no zerozero.pt foi fornecido pelo próprio clube, no entanto tentaremos averiguar a situação.
André Diniz, direção de conteúdos
excelente artigo
2015-08-01 09h07m por silvabruno
muito bem zerozero! gostei! parabéns ao boavista pelos 112 anos e pelo grande historial
LI
zerozero. pt
2015-08-01 07h36m por LigaPortuguesaPT
parabens por me terem ouvido :)
PARABÉNS BOAVISTA
2015-08-01 05h00m por iceman87
112 Anos de História e de Glória. Boavista, Ontem, Hoje e Sempre!
os meus Parabens
2015-08-01 01h03m por 8KoSTaDiNoV
muitos anos de vida
peditório
2014-09-28 19h36m por Mslloris
Podia haver lugar em Portugal a uma angariação para ajudar o Boavista como estão a fazer em Manchester para o retorno do Ronaldo não a nível mundial mas a nível nacional seria interessante eu se tivesse dinheiro era clube que comprava com 4 ou 5 nomes era campeão nacional novamente
AN
Boavista
2014-05-01 01h59m por AntiEstarolas
vamos começar a nova época com os pés bem assentes no chao, sabemos que o nosso objetivo é a manutençao e só daqui a uns anos é que poderemos sonhar com acessos à europa. mesmo que a equipa desca à segunda, continuaremos a apoiar
MA
tiiago
2014-04-30 22h14m por marcooliveira1988
Tens razão, mas o boavista perdeu com o sporting da covilha e o resultado foi 1-4 !
Mas foi. . .
2014-04-30 19h46m por LuisPN21
Perdeu o último jogo com o Sp. Covilhã por 1-4, mas posteriormente foi convivado a jogar na Liga de Honra, por troca com o Vizela e Gondomar, (que desceram por corrupção e manipulação de resultados), mas que por dificuldades financeiras rejeitou o convite.
Não fossem as dificuldades financeiras, o BFC tinha ficado na Honra.
TI
Nota Zero Zero
2014-04-30 14h25m por tiiago
De facto o vosso rigor é algo que impressiona. . . obviamente que o Boavista desceu à IIB porque ficou na zona de despromoção (perdeu o último jogo em casa salvo erro como o Chaves) e não "pela situação financeira". Se assim fosse os primeiros a descer seriam Porto, Benfica e Sporting, pois são os clubes com maior passivo
LH
PARA QUÊ?
2014-04-05 00h14m por lholho
Parabens por voltar??Para quê se vão descer de novo não tarda nada. Este nosso futebol que nada tem de desporto, é dominado pelos "galifões" que destroem por completo as outras equipas. As equipas ditas pequenas fazem jogadores para venderem aos "grandes" e depois andam a lutar para não descer. Neste futebol todos ganham dineiro , menos os socios e simpatizante que só ganham desgostos
correcção:
2013-10-15 00h29m por swoop_boy
a despromoção do Boavista à IIB não foi apenas porque ficou em lugar de despromoção na Segunda Liga da Época 2008/2009?
Agradecimento
hm por zerozero.pt
Não «apenas», já que a situação financeira do clube assim o determinou em grande medida. Em todo o caso iremos reformular brevemente o parágrafo, de forma a sermos mais explícitos. Obrigado pela chamada de atenção.
Quem não se sente. . .
2013-02-23 11h53m por ritecel
Não é filho de boa gente, e eu sou filho de muita boa gente, boavisteira por sinal, por isso a "compaixão" dos comentários de certas hostes (benfiquistas, belenenses, etc. ) que pululam na web não me seduzem minimamente, não criam em mim nenhum sentimento de súbita fraternidade ou reconhecimento/agradecimento por tão encarecidos comentários.
O Boavista foi o bode expiatório de prácticas que subsistiram durante anos no futebol. O alvo era, obviamente o Porto e o Pinto da Costa, c...ler comentário completo »
YU
I LIGA PRECISA
2013-02-22 20h52m por yurioda
A Liga Portuguesa precisa dos históricos Belenenses e Boavista de volta! E gostava de os ver a lutar pelo 3ºa 5º lugar com o Braga e Sporting :)
grande boavista
2013-02-22 20h33m por Maribace
vamos voltar em grande boavista.
ja tinha saudades. pequenos mas grandes.
MA
ymah
2013-02-22 19h47m por Marqoz
Concordo completamente contigo e com o Loureiro na frente acho que se vai construir o clube aos poucos e não ficar com a vontade de ser o antigo Boavista logo no inicio. . . Sou Portista mas acho justissimo o Boavista voltar aos grandes palcos
boa vista e olhão
2013-02-22 17h23m por batuko
boavista faz parte da história do campeonato português, podem voltar a 1ª divisão, mas não vai ser o mesmo boavista de sempre.
com boa vista e olhao, os nossos jogos vão se ver bem
RI
Boavista
2013-02-22 16h13m por Riquelme10
Este sim o verdadeiro quarto grande de Portugal
Respondendo a kjcool
2013-02-22 14h30m por ymah
Bem imaginemos o seguinte cenário caro kjcool. O boavista recebe uma indemnização de 55M de euros. Em que 50M são diretamente usados para pagar as dividas que atualmente o nosso clube tem, ficamos claramente com cerca de 5M. Bem será o suficiente para se inscrever na 1ª Liga? Sim ? Se sim e tendo um orçamento de 5 M claro que é possivel fazer muita coisa e caso disso é o Paços que tem um orçamento que senao me engano nao chega a 1M de euros. Mas se tudo isso for possivel é preciso fazer alg...ler comentário completo »
mágico *
2013-02-22 14h12m por joao_r_10
deus é grandeeee!!!! tamos de volta familia boavisteira!!!
NU
Boavistão a caminho
2013-02-22 13h21m por nunofilsilva
Só os fortes resistem, só os fracos desistem. . .
DESAFIO AOS BOAVISTEIROS
2013-02-22 12h19m por kjcool
Acho o Boavista um clube lendário do futebol português. Contudo, e como não conheço ao promenor o clube como algum Boavisteiro, desafio-os a fazer uma espectativa do que pode ser o plantel da próxima época. Sejam criativos e tenham em conta: símbolos (como nuno gomes, ricardo, petit, etc), jovens atualmente do Boavista (os melhores), e jogadores que podem vir (tendo em conta as disponibilidades financeiras). Eu pessoalmete, gostava de ver o GR Peter Jehle de novo no futebol português.
Parabéns boavista
2013-02-22 12h15m por silvabruno
parabéns pelo regresso

saudações tirsenses
FI
Grande Boavista
2013-02-22 11h38m por Filipedv
Tenho 28 anos, sou sócio do Benfica mas sempre nutri um carinho enorme por este clube. Em miudo deliciava-me a ver os grandes Sanches, Artur, Timofte, João Pinto no inicio de carreira e Nuno Gomes também nos primordios do futebol. Ficava felicissimo pelo regresso do clube á 1ªdivisão uma vez que este sim foi durante anos o 4ºgrande de Portugal, além do mais aquele estádio é um crime não estar presente na liga principal de futebol. Um abraço verdadeiro a todos os boavisteiros!
12
Estádio
Estádio do Bessa Séc. XXI
Lotação30000
Medidas105x68
Inauguração1910