Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

história
Clubes

1. FC Nürnberg

2013/08/02 09:59
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
O 1. FC Nürnberg, de seu nome completo 1. Fußball-Club Nürnberg Verein für Leibesübungen e. V., normalmente conhecido em Portugal como Nuremberga é um dos históricos clubes da Alemanha, que viveu o seu período dourado nos anos vinte do século passado, razão pela qual é conhecido como Der Altmeister, que em alemão significa «o velho campeão». Com nove títulos de campeão da Alemanha, os bávaros são, por direito próprio, um dos grandes do futebol teutão.

Do Burenhütte para a ribalta

O Nuremberga nasceu a 4 de maio de 1900, fruto da ideia de um grupo de dezoito jovens que se reuniram no Burenhütte, um pub local, que ainda hoje é lembrado como o berço do clube. Nessa histórica reunião, ficou decidido que no clube se praticaria futebol e râguebi, dois dos mais populares «desportos ingleses» em terras bávaras. 

Burenhütte, o pequeno bar no centro de Nuremberga onde o clube nasceu no dia 4 de maio de 1900.
Em 1907, os rot-weiß conquistaram o primeiro troféu do palmarés, o Campeonato da Baviera, a que se sucedeu a conquista do Süddeutsche Meisterschaft [Campeonato do Sul da Alemanha] em três ocasiões: 1916, 1918 e 1920. 

Por volta dessa data começam as primeiras referências ao Nuremberga como Der Club, em português literalmente «O Clube», dada a qualidade do seu jogo e a capacidade com que se superiorizava aos adversários. 

Pentacampeonato

A constatação dessa superioridade ficaria demonstrada em 1920, na final do primeiro Campeonato da Alemanha, disputado no pós-guerra. A final foi disputada contra o último campeão antes do começo do conflito: o SpVgg Fürth. Os «vermelhos-e-brancos» venceram por 2x0 e conquistaram a afamada taça Viktoria que premiou o campeão alemão até 1944.

O Campeonato Nacional de 1920, seria o primeiro de cinco conquistados até 1927, começando uma era dourada que ficou conhecido como o «pentacampeonato».

Primeira foto de uma equipa do 1. FC Nürnberg (1902).


Durante esse período aureo, os bávaros só falharam o título em 1922, ano em que um duplo empate com o Hamburgo e um erro de arbitragem, acabou por obrigar a DBF a não declarar um vencedor, e 1926, ano em que o Nuremberga ficou em segundo na Liga Bávara, atrás do Bayern e não se qualificou para a fase final.

Durante o III Reich

Apesar do movimento nacional-socialista ter nascido em Munique, com a ascensão dos nazis ao poder em 1933, Nuremberga tornou-se no palco privilegiado das celebrações do Partido e no alma e coração do nacional-socialismo, como demonstram as gigantescas celebrações políticas que ficaram eternizadas pelo olhar de Leni Riefenstahl.

O Reichsparteitagsgelände, também conhecido como Campo Zeppelin, autoria de Albert Speer era a área de desfile do partido nazi, palco das encenações de grandiosidade clássica, à imagem da Antiga Grécia e Roma que tanto agradavam a Adolf Hitler e os seus esbirros... Muito próximo, ficava o Städtisches Stadion, casa do 1. FC Nürnberg, mas nesses tempos mais conhecido por ser palco de atividades da Juventude Hitleriana.

Por coincidência, ao mesmo tempo que Nuremberga se tornava numa capital do nacional socialismo, o clube local perdia a hegemonia futebolística para o Schalke 04, dominador absoluto do futebol germânico durante o III Reich, com seis títulos conquistados em nove anos, e nove finais em dez épocas.

Ao 1. FC Nürnberg restou a coroa de glória de bater o Schalke 04 nas meias-finais do Campeonato de 1936, chegando à final, onde derrotou o Fortuna Düsseldorf, reclamando assim o sexto campeonato do seu já brilhante palmarés.

Pós-conflito

Pelo seu papel de centro político da Alemanha durante o III Reich, os aliados escolheram a cidade do norte da Baviera para ser o local dos famosos Julgamentos de Nuremberga, onde foram julgados os principais responsáveis - que tinham sobrevivido - da máquina de guerra e horror nazi.

Final do campeonato com o Hamburger SV em 1922.
A cidade viveu com o trauma, mas aos poucos, a normalidade voltou ao dia-a-dia dos habitantes e o futebol também voltou a ser jogado na cidade e no país.

Se o Nuremberga conquistara o último título três anos antes do começo da II Guerra Mundial (1939-54), só voltaria a conquistar novo título, precisamente três anos volvidos do término do conflito. Após a conquista do sétimo campeonato, os bávaros voltaram a reclamar o título de Deutscher Rekordmeister, por serem o clube com mais títulos conquistados. Um recorde que só seria quebrado pelo Bayern de Munique em 1987...

Os últimos títulos

Apesar de o oitavo título só ter chegado em 1961, não surpreendeu que em 1963 os «vermelhos-e-brancos» fossem convidados a participar na primeira edição da Bundesliga, justificando o seu lugar entre os grandes clubes da Alemanha.

1967/68: primeira e última conquista da Bundesliga.
Der Ruhmreiche, o glorioso, ou Die Legende, a lenda, são outros nomes que os adeptos do Nuremberga costumam utilizar para se referir ao seu clube, que representam bem esse espírito glorioso e de campeão que o Nuremberga ainda detinha nos anos sessenta, a década em que a equipa principal do 1. FC Nürnberg conquistou os seus últimos campeonatos da Alemanha.

Depois de não ter conseguido lugar de destaque nas quatro primeiras edições da Bundesliga, em 1967/68, a experiente equipa liderada por Max Merkel surpreendeu a concorrência, isolando-se no primeiro lugar à quinta jornada, posição que conservaria até ao final, conquistando a sua primeira Bundesliga e o nono campeonato nacional. A surpresa foi grande, dado que a equipa era conhecida pela veterania do seu «onze» base.

O longo jejum...

É costume dizer-se que «Depois da Tempestade vem a Bonança», mas no caso do Nuremberga, foi precisamente o contrário que sucedeu...

2007: Vitória por 3x2 sobre o Vfb Stuttgart valeu a conquista da Taça da Alemanha.
Ainda na ressaca do título, o treinador Max Merkel resolveu dispensar o «onze» campeão, contratando uma dúzia de jovens reforços, com que esperava incutir sangue novo na equipa e sede de vitória. A história correu muito mal, e a equipa afundou-se na tabela, tornando-se o primeiro detentor do troféu de campeão a cair de divisão. A decisão de Merkel tornou-se um sinónimo de má gestão, muito criticado por analistas de futebol e adeptos por toda a Alemanha.

Para cúmulo, quando se pensava que a descida ao inferno seria curta, a verdade é que os «vermelhos-e-brancos» demoraram longos e exasperantes nove anos para regressar ao primeiro escalão, onde nunca mais, em abono da verdade, voltaram a deter o estatuto que detinham até aos anos sessenta.

Durante os anos oitenta e noventa, e já no novo milénio, o 1. FC Nürnberg passou a viver a luta recorrente pela manutenção, caindo algumas vezes na segunda divisão, chegando mesmo a cair em 1995/96 para o terceiro escalão.

Em 2000/01, conquistado o regresso à Bundesliga, o clube viveu uma década no topo, apenas com duas despromoções, conquistando, para gáudio dos seus adeptos, a Taça da Alemanha, 45 anos depois de ter ganho pela última vez a competição.

Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
Estádio
EasyCredit-Stadion
Lotação48553
Medidas105m × 68m
Inauguração1928