história
Clubes

Beira-Mar

2011/08/03 17:32
Texto por João Pedro Silveira
l0
E3
Era uma vez no largo do Rossio

Foi só após o fim da I Guerra Mundial que o futebol começou a ser jogado com alguma regularidade em Aveiro, apesar de já antes terem existido partidas de futebol, por obra do Ginásio Aveirense, clube fundado por Mário Duarte, atleta de renome em Aveiro no fim do século XIX, que mais tarde viu o seu nome imortalizado no Estádio que foi casa do Beira-Mar durante décadas.

Os primeiros jogos no pós-guerra realizavam na zona da estação de caminhos-de-ferro, onde surgiu uma pequena colectividade que começou a organizar regularmente partidas de futebol.
 
Um grupo de jovens do bairro Beira-Mar, muitos deles ex-emigrantes na América, que se reuniam no Largo do Rossio organizaram um jogo no dia de Natal de 1921 contra o Clube Mário Duarte.
 
Dias depois, no primeiro dia do ano novo nascia o Sport Clube Beira-mar. O primeiro equipamento era uma camisola preta e amarela em riscas verticais e calções pretos. 
 
Filiando-se na Associação de Futebol de Aveiro, começou a competir no Campeonato Regional do Distrito que venceu pela primeira vez na época de 1928/29, quebrando um período de domínio do Sporting de Espinho, um dos primeiros rivais dos alvinegros.
 
De Aveiro para o país
 
O Campeonato de Aveiro voltaria a ser conquistado em 1937/38 e 1948/49. Em 1958/59 foi Campeão da III Divisão e subiu para a II Divisão onde conquistaria o seu primeiro título em 1960/61, ganhando a promoção ao escalão mais alto do futebol português pela primeira vez.
A equipa ficou em 11º lugar e não conseguiu a manutenção, regressando em 1965/66, para só se manter por uma época.
 
Nos anos 70 o clube conseguiu manter-se três anos seguidos entre os grandes, e subindo de divisão sempre que descia, conseguindo ter 7 presenças na I Divisão durante a década.
Foi também nesse período, em 1976/77 que Eusébio da Silva Ferreira vestiu a camisola alvinegra, mas uma arreliadora lesão impediu-o de fazer mais que doze jogos, onde contundo, ainda apontou 3 golos.
 
Foi em 1988 que o clube voltou à primeira divisão, mantendo-se sete épocas no topo, conseguindo inclusive um 6º lugar em 1990/91 que quase dava apuramento para as competições europeias. Nessa época em que a grande estrela era o egípcio Abdel Ghany, o Beira-Mar chegou à final da Taça de Portugal onde perdeu com o FC Porto após prolongamento.
 
Pai e filho entram para a história
 
Depois da despromoção em 1995 o clube voltou à primeira divisão em 1998/99, ano histórico, em que apesar de nova despromoção, o SC Beira-Mar voltou à final da Taça, comandado por António Sousa e com o filho deste – Ricardo Sousa - a ser decisivo, a equipa venceu o Campomaiorense por 1x0 e adicionou o seu nome ao restrito clube de vencedores da segunda mais importante prova do calendário nacional.
 
Na época seguinte o clube estreou-se nas competições europeias defrontando os holandeses do Vitesse. Uma derrota no Mário Duarte por 1x2 não foi compensada com o empate a zero bolas na segunda mão em Arnhem.
A nível interno o clube voltou a conseguir a promoção à I Liga onde se manteve durante mais cinco épocas.
 
Após o Euro 2004, o clube passou a jogar no Municipal de Aveiro onde festejou o título da II Liga e nova promoção em 2006. Nova descida no final da época e nova travessia do deserto até conquistar novamente o Campeonato da II Liga em 2010.
 
Com uma Taça de Portugal, dois títulos da II Liga, três títulos da II Divisão B e um troféu de Campeão da III Divisão o Beira-Mar é um clube com muita história, e o mais representativo e titulado dos clubes do Distrito de Aveiro.
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...
Tópicos Relacionados
Equipa