Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

BenficaPortugal
InglaterraManchester United
JuventusItália
PortugalSporting
MarseilleFrança
PortugalV. Guimarães
história
Grandes jogos

Sporting x CSKA: o balde de água fria russo

2011/05/16 17:15
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
O caminho para Lisboa

Pelo terceiro ano consecutivo uma equipa portuguesa chegava a uma final europeia. Cabia ao Sporting continuar a façanha do FC Porto (vencedor da UEFA em 2003 e da Liga dos Campeões em 2004) e dar mais um título europeu ao futebol nacional.

Na Europa, tal como na liga doméstica, os leões tiveram uma época atípica, com altos e baixos, alternando fantásticas exibições (e resultados) com exibições menos conseguidas e alguns resultados embaraçosos.
 
Depois de eliminarem os austríacos do Rapid Wien na primeira eliminatória, os leões qualificaram-se em terceiro lugar na fase-de-grupos, eliminando depois e sucessivamente: Feyenoord, Middlesbrough, Newcastle e AZ Alkmaar. 
 
Por sua vez, os russos do CSKA, «despromovidos» da Liga dos Campeões, onde tinham ficado em terceiro lugar num grupo com Chelsea, FC Porto e PSG, passaram à Taça UEFA e eliminaram respectivamente Benfica, Partizan de Belgrado, Auxerre e Parma. Chegaram a Lisboa sem serem considerados favoritos, mas...
 
Quarenta e um anos depois...
 
Quarenta e um anos depois os leões voltavam a uma final europeia. Uma grande final realizada no seu estádio. Dirigentes e equipa técnica tentavam pôr água na fervura, acalmando a massa adepta, lembrando o perigo que vinha de leste.
 
No sábado antes da grande final os leões haviam perdido o campeonato na Luz para o grande rival, aumentando assim a pressão para obter um resultado positivo no jogo decisivo.
 
A 18 de Maio, o estádio José de Alvalade estava cheio, na sua esmagadora maioria por adeptos da equipa da casa; um ambiente de festa e consagração, que no novo estádio de Alvalade só tinha comparação com os jogos de Portugal durante o Euro 2004, esperava os vinte e dois jogadores.
 
Impulsionados por tanto apoio, os leões entraram por cima na partida, ganhando cantos e colocando os russos em dificuldade, sem nunca contudo colocar Akinfeev à prova.  Foi só aos 28´ que o defesa Rogério, que jogou a final a médio, abriu o marcador com um belo golo de fora de área.
 
O CSKA sentiu muito o golo e não conseguia ligar o seu jogo. Contudo, o Sporting não aproveitou o desnorte russo e ao terminar a primeira parte eram os russos que estavam muito perto de empatar o jogo, quando após um centro de Olic, Vágner Love falha um golo feito para desespero do treinador Valery Gazzaev.
 
No segundo tempo o Sporting voltou disposto a matar o jogo, e os russos pareciam não ter aproveitado o intervalo para mudar as coisas.
Até que aos 56 minutos o central Berezutskiy desviou um livre da direita apontado por Daniel Carvalho e colocou a bola no fundo das redes de Ricardo.
 
O Sporting sentiu e de que maneira o toque e nove minutos depois sofria o segundo golo, desta vez da autoria de Zhirkov. De forma um tudo-nada precipitada, os verdes e brancos lançaram-se para a frente tentando a reviravolta e aos 74 minutos, uma jogada de insistência pela direita de Rodrigo Tello é desviada por Rogério para o poste, quando todo o estádio gritava golo.
 
E enquanto os leões lamentavam a sua sorte, os russos lançavam um rápido contra-ataque que Love finalizou com o terceiro golo, pondo ponto final na esperança leonina.
 
Até ao fim os leões tentaram inconsequentemente lutar contra o resultado, mas sem força e sem discernimento, era impossível alterar o rumo da situação.
 
Quando o inglês Graham Poll apitou para o final um estádio em estado de choque assistiu incrédulo aos festejos do CSKA que se tornava no primeiro clube russo a vencer uma competição europeia.
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
jogos históricos
U Quarta, 18 Maio 2005 - 19:45
Estádio José Alvalade
Graham Poll
3-1
Aleksey Berezutskiy 57'
Yuri Zhirkov 65'
Vágner Love 74'
Rogério 28'
Estádio
Estádio José Alvalade
Lotação50095
Medidas105 x 68 m
Inauguração2003