Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Odds
MarrocosMarrocos
HolandaHolanda
Al AinEmirados Árabes Unidos
IrãoEsteghlal Tehran
Kawasaki FrontaleJapão
TailândiaMuang Thong Utd
história
Grandes jogos

Portugal x Holanda: a Batalha de Nuremberga

2014/06/14 17:25
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
Nuremberga, 25 de Junho de 2006, Portugal e Holanda defrontavam-se pela primeira vez numa fase final de um Campeonato do Mundo, em jogo a contar para os oitavos de final. Para muitos, à primeira vista seria um jogo normal, como fora o Portugal x Holanda das meias-finais do Euro, dois anos antes no Estádio de Alvalade, em Lisboa, que os portugueses haviam vencido por duas bolas a uma, com um golo soberbo de Maniche.
 
Mas o jogo de 2006 seria tudo menos normal. Pelo contrário, entrou para a história dos mundiais como o jogo com mais cartões de sempre. Uma batalha dentro do relvado, mítica, épica, que em comum com Lisboa, pouco mais teve do que um golo espetacular de Maniche.
 
Portugal passara a primeira fase sem mácula, com uma equipa com Figo, Deco e um jovem Cristiano Ronaldo em destaque Do outro lado, um conjunto de estrelas liderado por Van Basten, onde brilhavam Van der Sar, Sneijder, Van Persie e Robben.

O Russo Valentin Ivanov provou não estar à altura da ocasião. Cristiano Ronaldo foi alvo de uma entrada assassina de Boulahrouz e teve sair, ainda o jogo não aquecera. O Holandês pôde continuar impune em campo.

16 amarelos e quatro vermelhos foram distribuídos pelas duas equipas. Do lado português seriam expulsos Costinha e Deco, enquanto pela «Laranja Mecânica» saíram mais cedo de campo Boulahrouz e Van Bronckhorst.
Inesquecível a imagem de Deco e Van Bronckhorst sentados lado-a-lado, já depois da expulsão, assistindo ao desenrolar da partida.
 
Até ao fim, portugueses e holandeses entregaram-se a um jogo a roçar a violência, com pontapés, empurrões, agressões e muitos saltos para o chão.
Dentro do relvado, 22 jogadores, no fim 18, lutavam por cada centímetro de campo para ajudar a sua equipa a seguir em frente.

No fim das contas venceu Portugal, que no jogo seguinte e na meia-final, pagou caro a chuva de cartões que recebera em Nuremberga, mas para a história perdura a vitória épica das cores nacionais, num dos jogos mais eletrizantes de sempre. 
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
jogos históricos
U Domingo, 25 Junho 2006 - 20:00
EasyCredit-Stadion
Valentin Ivanov
1-0
Maniche 23'
Tópicos Relacionados
Estádio
EasyCredit-Stadion
Lotação48553
Medidas105m × 68m
Inauguração1928