Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Odds
MarrocosMarrocos
HolandaHolanda
Al AinEmirados Árabes Unidos
IrãoEsteghlal Tehran
Kawasaki FrontaleJapão
TailândiaMuang Thong Utd
história
Grandes jogos

Anderlecht x Austria Wien: a final de roxo

2013/09/17 12:16
Texto por Álvaro Gonçalves
l0
E0
Tanto os belgas como os austríacos estão longe de ser potências europeias dos nossos dias, mas a verdade é são duas das mais afamadas escolas de futebol do velho continente. Entre os grandes clubes de ambos os países encontram-se o Anderlecht de Bruxelas, e o Austria de Viena, dois históricos do pontapé na bola europeu, que já se encontraram numa final da Taça das Taças, na década de 1970.

Recuando à década do disco e do punk, o  Anderlecht e o Austria Wien discutiam entre si a final da Taça dos Vencedores das Taças na temporada de 1977/1978. Os belgas, que na altura disputavam a sua terceira final consecutiva e que pelo caminho tinham deixado o FC Porto de Pedroto, foram superiores e golearam o Austria Wien por 4x0. Numa goleada «sem espinhas» que confirmava a superioridade e o favoritismo 

No Parque dos Príncipes, a final da Taça das Taças esteve longe de ser emocionante, pois ao intervalo a formação da Bélgica já vencia por 3x0, com golos de Rob Rensenbrink, aos 13 e 41 minutos, e outro de Gilbert van Binst, a poucos instantes do intervalo.

Na segunda parte, o Austria Wien, além de não ter conseguido reduzir a diferença no marcador, ainda viu o Anderlecht a marcar por mais uma ocasião, com Gilbert van Binst a bisar ao minuto 80, pondo ponto final na história.

De referir que o Anderlecht era orientado por Raymond Goethals, técnico que mais tarde viria a treinar o Vitória de Guimarães em 1984/1985, e contou no 11 inicial com Franky Vercauteren, que na época passada passou alguns meses no comando técnico do Sporting.

Por seu lado, o Austria Wien também era treinado por um técnico que posteriormente a esta final veio a exercer a sua profissão em Portugal. Hermann Stessl era o treinador do FC Porto quando Pinto da Costa foi eleito presidente em 1982 e viria a ser substituído no comando técnico dos azuis e brancos por José Maria Pedroto. Após deixar as Antas, o treinador austríaco ainda passou pelo Boavista e Vitória de Guimarães.
 





Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
Motivo:
jogos históricos
U Quarta, 03 Maio 1978 - 19:15
Parc des Princes
Heinz Aldinger
4-0
Rob Rensenbrink 13' 41'
Gilbert van Binst 45' 80'
Estádio
Parc des Princes
Lotação48583
Medidas105x68
Inauguração1897