Segue o twitter do zerozero.pt. Todo o Futebol na sua rede social

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

história
Jogadores

Herbert Kilpin: o pai do AC Milan

2012/12/12 17:00
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
Herbert Kilpin era o décimo filho de um talhante de Nottingham, que nasceu a 24 de janeiro de 1870, um ano marcante na história de Itália (1). Os seus pais por certo estariam longe de imaginar a ligação de Herbet ao país do sul da Europa, quando leram no jornal, ou ouviram da boca de outrem, a história da unificação italiana, e da ocupação de Roma, acontecida em setembro desse mesmo ano.

Sem poder imaginar o que o futuro lhe reservava, com apenas 13 anos, o pequeno Herbert fez parte de um grupo de rapazes e miúdos que fundaram um clube amador de futebol com o nome de Garibaldi Nottingham, em honra do grande herói e libertador de Itália, Giuseppe Garibaldi (2).
 
Daria seguimento à sua paixão pelo futebol Garibaldi no Notts Olimpia e mais tarde no Saint Andrews, onde jogou sempre nos escalões amadores. No Saint Andrews, um clube ligado à igreja, sediado nas proximidades do Forest Recreation Ground, campo do histórico Nottingham Forest, onde Kilpin atuou muitas vezes ora como defesa, ora como médio.
 
Em 1891, deixou a cidade de Robin Hood e mudou-se de armas e bagagens para Turim, onde começou a trabalhar com Edoardo Bosio, um empresário italo-suiço da indústria textil, com velhas ligações às industrias textéis de Nottingham.
 
Nesse mesmo ano, Bosio fundou o Internazionale Torino, que alguns consideram ser o primeiro clube italiano (3), e onde Kilpin jogou, tornando-se no primeiro inglês a jogar oficialmente fora de Inglaterra num clube não exclusivamente inglês. Com a camisola do Internazionale Torino, participou nas duas primeiras finais do Campeonato Italiano, ambas perdidas para o Genoa.
 
Mudança para Milão
 
Em 1898, Kilpin tinha trocado Turim pela capital da Lombardia, onde se estabelecera e começara um negócio com o seu compatriota Samuel Richard Davies. Os dois fariam parte da lista de fundadores do AC Milan, inicialmente conhecido por Milan Foot-Ball and Cricket Club, que teve Alfred Edwards como primeiro presidente. Kilpin foi o primeiro manager, estreando-se no clube com o duplo papel de jogador-treinador.
 
Inglês de berço, e apesar de nunca ter abandonado a cidania britânica, participou num jogo internacional em Turim, a 30 de abril de 1899, com a camisola de Itália vestida, contra uma seleção helvética. Nessa tarde no Velodromo Umberto, a vitória sorriu aos suíços por 0x2.
 
O jogo nunca foi reconhecido como oficial, dado a participação de estrangeiros no jogo, e oficialmente, o primeiro encontro internacional disputado pela Itália, seria contra a França em 15 de maio de 1910. Os italianos venceram por 6x2. Kilpin nunca mais voltaria a vestir a camisola de Itália, que curiosamente, ainda não era azul.
 
Com Kilpin ao comando, o Milan teve um sucesso imediato, tornando-se campeão da Itália em 1901, naquela que era apenas a sua segunda época a competir oficialmente. Durante nove anos, Kilpin liderou a equipa, jogando em 23 partidas do Campeonato de Itália (4), onde apontou sete golos, comandando os rossoneri na conquista de mais dois scudettos (1906 e 1907).
 
Os últimos anos
 
Retirou-se em 1908, quando a Federação Italiana começou a impedir a utilização de estrangeiros, com o objetivo de «italianizar» mais o futebol transalpino. 
 
Da sua vida fora dos campos pouco se sabe. Casara em 1905 com Maria Beatrice Capua, de quem não teve nenhum filho. Segundo um censo de 1911, vivia então na Via Giotto em Milão. Faleceria, vítima de cirrose a 22 de outubro de 1916, tinha apenas 46 anos.
 
Em 1990 a sua campa, não identificada, foi encontrada num cemitério municipal, na parte destinada a protestantes. Em 1999, o AC Milan conseguiu transladar o corpo para um novo túmulo, para o homenagear e recordar com dignidade. Onze anos depois, a 2 de novembro de 2010, foi novamente transladado para o Famedio, o edifício central do cemitério municipal de Milão, onde estão enterrados alguns dos mais célebres filhos e habitantes da capital da Lombardia.
 
 
----------------------------------------------------
(1) - A Unificação Italiana foi um movimento político que surgiu em Itália, durante o século XIX, que liderado pelo Reino da Sardenha e Piemonte, concluiu com a unificação de todos os estados que existiam na Península Italiana, entre eles o Reino das Duas Sícilias ou os Estados Pontíficios, que deram lugar ao Reino de Itália, que passou a ter por capital Roma a partir de 1871.
(2) - Giuseppe Garibaldi (Nice, 4 de julho de 1807 — Caprera, 2 de junho de 1882) foi um general, guerrilheiro e patriota italiano. Considerado um dos pais da «Pátria Italiana».
(3) - O Internazionale Torino, fundado por Edoardo Bosio, surgiu em 1891, fruto da fusão do Torino Football and Cricket Club e do Nobili Torino. Pensa-se que terá sido o primeiro clube de futebol de Itália, mas a primazia de ser o primeiro clube do futebol italiano, suportada por documentos da época, é dada pela maioria dos historiadores ao Genoa Cricket and Football Club, fundado por ingleses a 7 de setembro de 1893.
(4) - O Campeonato de Itália era disputado por um número reduzido de clubes, que participavam numa fase final a eliminar, fazendo com que alguns clubes, disputassem apenas um jogo na edição. Como exemplo, na primeira edição da prova, participaram quatro equipas, disputando-se apenas três jogos.
Fotografias(1)
Herbert Kilpin
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...
Tópicos Relacionados
Jogador
Equipa