Segue o twitter do zerozero.pt. Todo o Futebol na sua rede social

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

história
Jogadores

Carlos Valderrama: el pibe colombiano

2011/07/07 16:43
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
Carlos Alberto Valderrama Palacio, nascido em Santa Marta, Colômbia a 2 de Setembro de 1961 é considerado o melhor jogador colombiano de todos os tempos. 

A vedeta de farta cabeleira loira aos caracóis e bigode carismático, capitão da selecção da Colômbia, senhor de um futebol enleante que fitava os adversários nos olhos enquanto guiava a bola com a sua passada pausada e segura, foi um dos últimos “dez” à antiga escola sul-americana, capaz de inventar do nada a decisão de um jogo e derrubar um sistema táctico com a magia de uma jogada.
 
Ao longo da sua carreira jogou na Colômbia, França, Espanha e Estados Unidos, nunca jogando no exterior em nenhum clube de dimensão significativa.
Começou a carreira no Unión Magdalena, mas cedo despertou o interesse do Millonarios de Bogotá, um colosso colombiano onde em tempos jogara Di Stéfano, mas seria na época seguinte no Deportivo de Cali - outro grande da Colômbia - que alcançou a fama e o sucesso, ganhando o prémio de melhor jogador sul-americano em 1987.
 
O salto para a Europa
 
Com tal cartel não estranhou que embarcasse rapidamente na sua primeira aventura no estrangeiro com destino ao Montpellier de França onde jogava Roger Milla. Após uma primeira época de adaptação, no segundo ano conquistou uma Taça de França ao lado de jogadores como Laurent Blanc e Eric Cantona e ganhou um lugar na história do Montpellier.
 
Um ano mais tarde transferiu-se para o Real de Valladolid onde jogou ao lado do conterrâneo René Higuita e foi treinado por Francisco Maturana, futuro treinador da Colômbia.
 
Do período espanhol, apesar das boas exibições com a camisola blanquivioleta, o que toda a gente recorda é o famoso incidente com Michel num jogo contra o Real de Madrid. O dez dos merengues adoptou um método pouco ortodoxo de desconcentrar o astro colombiano na marcação de um pontapé de canto... A imagem de um Valderrama surpreendido correu mundo, e ainda hoje em dia, quando se fala de Valderrama, lembra-se a carícia sub-reptícia de Michel e olhar espantado do astro colombiano...
 
A carreira na selecção
 
Mas se a carreira de Valderrama na Europa não marcou uma era, o mesmo não se pode dizer da sua longa passagem pela selecção nacional colombiana. Ajudou a equipa a chegar a um mundial 28 anos depois da última presença. Em Itália, 1990, a Colômbia surpreendeu pelo seu futebol atraente vencendo os Emirados Árabes Unidos e conseguindo um empate dramático no último minuto contra a Alemanha Federal que valeu a qualificação para os Oitavos de final.
 
Foi então que Higuita e Milla, dois dos seus antigos colegas traíram o destino de glória de Valderrama. Primeiro foi o companheiro e guarda-redes Higuita que tentou sair com a bola controlada e fintar Roger Milla, mas o camaronês de eterno sorriso nos lábios tirou a bola ao colombiano e correu para a baliza deserta para fazer o golo. 
Os Camarões eliminavam a Colômbia no prolongamento e faziam história, à Colômbia restava voltar a casa e preparar o mundial seguinte.
 
Na caminhada para os Estados Unidos 94, os rapazes de Maturana encantaram na fase de qualificação sul-americana, e Valderrama foi fundamental na vitória histórica por 0x5 em Buenos Aires sobre a Argentina. A mais humilhante “manita” da história da alviceleste. 
 
Contudo chegados a terras do Tio Sam, os colombianos desiludiram e as derrotas com a Roménia e os anfitriões hipotecaram os sonhos de uma nação.
 
Valderrama ainda voltaria a jogar o mundial de França em 1998, mas novamente a Colômbia ficou pela fase inicial, não obstante toda a classe de “el Pibe”. Terminada a carreira na selecção e na Colômbia, andou ainda na MLS – o campeonato norte-americano – onde foi eleito duas vezes o melhor jogador da competição pelos adeptos. 
Fotografias(2)
carlos valderrama,jogador,
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...
Tópicos Relacionados
Jogador
Equipa
Competição