Segue o facebook do zerozero.pt. Notícias, Vídeos e Fotografias na sua rede social.

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

história
Jogadores

Alan Shearer: Goleador de serviço

2016/01/15 16:54
Texto por João Pedro Silveira
l0
E0
Geordie (1) de alma e coração, Alan Shearer foi um dos maiores avançados do futebol inglês, batendo o recorde de golos na Premier League, apontando 260 em 441 jogos, uma marca impressionante, que passada uma década, ainda não foi superada. Ao longo da sua prolífica carreira defendeu a camisola de três clubes: Southampton, Blackburn Rovers e o seu Newcastle United. 

Predestinado para o golo

Alan Shearer, OBE, nasceu em Gosforth, em Newcastle upon Tyne, norte de Inglaterra a 13 de agosto de 1970, filho de Alan e Anne Shearer. O seu pai, trabalhador da industria metalúrgica, apoiou o pequeno Alan a jogar futebol desde tenra idade.

Estudante na Gosforth Central Middle School e mais tarde na Gosforth High School, aprendeu a jogar nas ruas da sua cidade, e jogava na equipa da escola, onde era médio. Capitão da seleção das escolas de Newcastle, liderou a equipa a uma vitória num torneio de futebol de sete em St James Park.

Depois de ter dado nas vistas no torneio, inscreveu-se na equipa juvenil do Wallsend Boys Club, antes de ser descoberto por olheiros do Southampton. Enquanto treinava e estudava, fez treinos de captação no West Bromwich Albion, Manchester City e Newcastle United, mas seria o Southampton que o contratou, em abril de 1986.

Southampton

Duas épocas nas camadas jovens a aprimorar o seu killer instinct passaram lentamente, com o jovem Alan no  Sul de Inglaterra, a sofrer por estar longe da sua família e dos seus amigos. A sua estreia na equipa principal do clube chegou em Stamford Bridge, a 26 de maio de 1988, num jogo contra o Chelsea, em que entrou na segunda parte. 

Poucos podiam imaginar o impacto que o jovem teria somente duas semanas mais tarde, quando o Southampton recebeu o Arsenal no The Dell e venceu por 4x2, com um hattrick do jovem avançado, que com 17 anos e 240 dias de idade se tornou no mais jovem jogador a apontar um hattrick no primeiro escalão, batendo um recorde de Jimmy Greaves que durava há mais de 30 anos. Terminou essa época com três golos em cinco jogos e no fim da época assinou o seu primeiro contrato profissional.

Na segunda época só jogaria por dez vezes na equipa principal e só na terceira época é que começou a ganhar gradualmente o lugar no ataque dos saints, ao lado de Rod Wallace e Matt le Tissier. A sua força física e capacidade de segurar a bola tornaram-se fundamentais no jogo da equipa. Podia marcar poucos golos, mas era fundamental a reter a bola, antes de endossa-la a um colega. 

Atentos ao seu desenvolvimento, os dirigentes do Blackburn Rovers contrataram-no a troco de 3,6 milhões de libras, um valor impressionante à época, que o transformaram no jogador mais caro do futebol inglês.

Blackburn e Shearer, casamento perfeito

No ano de estreia o Blackburn terminou em quarto lugar atrás do campeão Manchester United e de Aston Villa e Norwich City. Uma lesão tirou-o de campo em metade da época, mas mesmo assim os seus 16 golos em 21 jogos mostravam ao que vinha em Blackburn. Na segunda época a força e pontaria do seu remate fizeram tremer as redes adversárias por 31 vezes em 40 ocasiões.

Chegado à terceira época, Shearer teve a companhia de Chris Sutton com que formou uma dupla fulminante, «The SaS» (Shearer and Sutton), com Shearer a apontar um recorde de 34 golos, que somados aos 15 de Sutton, valeram a conquista do título na última jornada.

Um ano depois os Rovers foram incapazes de defender o título, terminando num dececionante sétimo lugar, todavia, os 31 golos marcados por Shearer, valeram a revalidação do título de melhor marcador da liga inglesa. Na Liga dos campeões, Shearer só apontou um golo numa vitória caseira sobre o Rosenborg. O Blackburn acabou em terceiro lugar no seu grupo, sendo eliminado logo na primeira fase.

Euro 96

Uma arreliante lesão quase o deixou fora do Euro 96, mas o aríete de Newcastle chegou em grande forma ao Campeonato da Europa. Apontou um golo na estreia com Suíça, mais um no jogo contra a Escócia e bisou no embate com a Holanda.

A Inglaterra encantava. Shearer era uma máquina demolidora, bem secundado por Sheringham, numa equipa onde brilhava o génio de Paul Gascoigne e a velocidade de Steve McManaman.

Apesar dos quatro golos na primeira fase, ficaria em branco nos quartos-de-final, no empate a zero com a Espanha. Marcou o golo inaugural da meia-final com a Alemanha, mas os alemães acabaram por recuperar, empataram o jogo e eliminaram os anfitriões no desempate por grandes penalidades. A Inglaterra falhava a conquista do troféu, mas Alan Shearer sagrava-se o melhor marcador da competição. 

Regresso a casa

Terminado o Euro esteve muito perto de assinar com o Manchester United. Alex Ferguson admirava o seu estilo de jogo e contava com ele para o ataque dos red devils, mas o Newcastle tentou apelar-lhe ao coração. Kevin Keegan reuniu-se com Shearer e convenceu-o. Assinou pelo Newcastle, que nessa época lutava taco-a-taco com o United pela liderança da liga, com o clube do nordeste de Inglaterra a pagar 15 milhões de libras ao Blackburn Rovers, um recorde no futebol mundial, mais um...

Nos magpies conseguiria apenas o vice-campeonato na época de estreia, além de duas finais perdidas da FA Cup, um fraco pecúlio para tanto golo marcado ao serviço do clube do seu coração (148 golos em 303 jogos).

Durante dez épocas tornou-se sinónimo do clube, convertendo-se no maior goleador da história do Newcastle. Em 2004 foi escolhido por Pelé para o «FIFA 100», como um dos melhores jogadores de todos os tempos.
 
Retirou-se em 2006, com 379 golos, incluindo 13 hattricks na Premier League. Dedicou-se ao comentário desportivo e orientou o seu clube em 2009, ajudando o Newcastle a salvar-se da despromoção.
 
Como outros grandes nomes - já retirados - do futebol inglês, é presença habitual no programa Match of the Day, na BBC.
 
----------------------------
(1) - Natural da região de Newcastle.
Alan Shearer, OBE (Newcastle upon Tyne, 13 de agosto de 1970) es un exfutbolista inglés. Jugó como delantero centro en el Southampton F.C., Blackburn Rovers y Newcastle United en sus 20 años de carrera profesional. Además, fue internacional con la selección de Inglaterra entre 1992 y 2000.1 Recordado como uno de los mejores arietes del fútbol europeo, ostenta el récord de máximo goleador de la Premier League (260 goles en 441 partidos oficiales).2
 
Desde su ascenso con el el primer equipo del Southampton en 1988, Shearer se ha caracterizado por un estilo de juego basado en el acierto goleador, la fuerza y el remate. Después de ser convocado para la Eurocopa 1992, recaló en las filas del el Blackburn Rovers. Sus 34 goles en la temporada 1994-95 sirvieron para que el equipo de Lancashire ganase la Premier League, el único título de clubes en su trayectoria,3 además del Premio FWA (1994) y el Premio PFA (1995) al mejor futbolista del año.4 Después de brillar en la Eurocopa 1996 como máximo goleador, fue traspasado al equipo de su ciudad, el Newcastle United, por 15 millones de libras, récord mundial en aquella época.5 Aunque no ganó ningún título durante las 10 temporadas que permaneció en St James' Park, se convirtió en el máximo goleador en la historia de la entidad y en todo un ídolo para la afición local.3 En 2004 fue incluido por Pelé en la lista «FIFA 100» de los mejores futbolistas vivos en la época.6
 
Shearer se retiró en 2006 con una marca de 379 goles en toda su carrera, incluyendo 11 tripletas en la Premier League.7 Desde entonces ha trabajado en distintos medios de comunicación como analista deportivo, aunque en abril de 2009 lo dejó temporalmente para entrenar al Newcastle United durante dos meses, en los que no pudo evitar el descenso a la segunda categoría.8 Actualmente, es el analista de referencia de la BBC en el programa Match of the Day y en las coberturas de competiciones internacionales.9
Fotografias(4)
Alan Shearer
Capítulos
Comentários (0)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
EAinda não foram registados comentários...