PortuguêsEnglishFrançaisEspañolDeutschItalianoBrasilInternational
RSS
Facebook
Twitter
Blog
Mobile

O dia em que os Bebés gelaram as Antas

Leixões, Taça de Portugal | 2011-07-09 02:02




Gostaria de comentar? Basta registrar-se!

 
Ficha de Jogo
Comentários

Faz hoje 50 anos que o Leixões Sport Club venceu a Taça de Portugal. Era um Domingo , esse 9 de Julho de 1961 que ficou marcado a ouro na memória das gentes matosinhenses. Contra todos os prognósticos o Leixões venceu a final da Taça de Portugal contra o favorito FC Porto em pleno Estádio das Antas, naquela que é uma das maiores surpresas de todos os tempos no futebol nacional. 

Foi uma longa caminhada até à grande final, a primeira da história leixonense. Deixando pelo caminho nas meias-finais o Belenenses que era o detentor do troféu. No grande dia os homens de Matosinhos encontravam pela frente o FC Porto, o gigante da cidade vizinha.

A polémica do local da final

A final estava marcada para Lisboa e para o Estádio Nacional, palco habitual das finais da Taça, mas o FC Porto argumentou que tratando-se de dois clubes do Norte, faria sentido que o jogo não se disputasse em Lisboa.

Daí à decisão do jogo ser mudada para a cidade invicta e mais concretamente para o Estádio das Antas foi um pequeno passo.

Não havia memória duma final da Taça de Portugal ser jogada em casa de um dos contendores e até hoje só o FC Porto teve a possibilidade de jogar em casa a final da Taça, e por três vezes: contra o Leixões em 1961, contra o SC Braga em 1977 e contra o Benfica em 1983.

De pouco adiantou a contestação leixonense, que, como era norma na época, foi branda e pouco assertiva. A festa ficou marcada para a casa dos azuis e brancos e com a presença garantida do Presidente da República, Américo Thomaz.

O país inteiro acreditava que seria uma festa azul e branca e o Leixões seria um simpático conviva. No Porto a expectativa era grande e os bilhetes voaram das bilheteiras. A cidade estava engalanada e em festa, mas do outro lado da circunvalação também havia esperança.

O vermelho e branco do Leixões enfeitava janelas e portas. Alicerçados na ideia de justiça e numa inabalável esperança nos seus «bebés» os matosinhenses acreditavam que a vitória era possível para os comandados de Filpo Nuñez, além do mais confiavam que Osvaldo Silva, dispensado anteriormente pelos dragões, teria umas contas a ajustar com o FC Porto.

Dizem as crónicas da época que o FC Porto entrou um pouco altaneiro, muito confiante nas suas capacidades e na inevitabilidade da sua vitória. Os leixonenses acusaram o toque dessa «fanfarronice» azul e branca e cerraram fileiras no objectivo comum de vencer Virgílio, Hernâni, Miguel Arcanjo, Monteiro da Costa e todos os outros, na sua própria casa. 

Ao futebol pouco característico do FC Porto respondeu o Leixões com muita garra, equilibrando a partida e chegando a dominar o jogo durante largos minutos. O jogo chegou ao intervalo com um nulo e com Osvaldo Silva a coxear, ameaçando não voltar ao jogo. 

A segunda parte de sonho dos bebés de Matosinhos

A segunda parte recomeça e a estrela leixonense não reentra em campo, se dúvidas havia, tudo corria a favor do FC Porto. Em Matosinhos ainda hoje se fala que foram as mãos miraculosas do massagista Auricélio que recuperaram Osvaldo Silva. O craque voltou ao terreno e rapidamente o Leixões marcava, por intermédio de Silva, aos 66 minutos.

O FC Porto abana, o Estádio das Antas fica mudo, com a evidente excepção da pequena bancada reservada aos matosinhenses. Três minutos depois chega o 0x2 quando Oliveirinha bate um surpreendido Acúrsio e deixa o estádio incrédulo.

Os portões abrem-se e os adeptos portistas começam a abandonar as Antas 15 minutos antes do tempo. Quando Décio de Freitas apitou para o final da partida foi a explosão de contentamento leixonense com as bandeiras vermelhas e brancas desfraldadas vitoriosamente ao vento, enquanto Raul Machado recebia a Taça das mãos do Presidente da República.
 
Depois, seguiu-se um cortejo de festa de volta a Matosinhos, para agradecer o apoio da terra e do Senhor de Matosinhos. A festa continuou com jogadores e adeptos festejando até altas horas, enquanto no Porto o jornal Norte Desportivo tentava recuperar os exemplares que já tinham saído do prelo com a notícia que o FC Porto tinha vencido a Taça de Portugal batendo o Leixões por 4-1...
 
Para a história fica o onze comandado pelo argentino Filpo Nuñez: Rosas; Santana e Pacheco; Ventura, Raul (capitão) e Jacinto; Medeiros, Osvaldo, Oliveira, Silva e Gomes. Os heróis do Mar, responsáveis pela maior façanha de um dos mais carismáticos clubes portugueses.
O Jogo
Portugal Taça de Portugal 1960/1961
1961/07/09
Porto
Leixões
Leixões Sport Club
2:0
FC Porto
Futebol Clube do Porto
Oliveirinha 70'
Silva 68'


Notícias Relacionadas
2014-05-18 Onzes oficiais: regressam Enzo e Salvio, Nuno surpreende na frente
2014-05-18 Equipas chegam em clima de euforia
2014-05-18 Jamor: Estádio septuagenário repleto de simbolismo
2014-05-18 Fernando Gomes: «Espero um excelente jogo»
2014-05-18 Onda vermelha invade a mata verde do Jamor
2014-05-18 Última chamada para mais uma página de história...
2014-05-17 Nuno Espírito Santo: «Dificilmente conseguirei enganar o Jorge Jesus»
2014-05-17 Carlos Xistra: «Os jogadores confiam em mim»
2014-05-16 André Vilas Boas promete: «Domingo vamos jogar para ganhar e conquistar a Taça»
2014-05-16 André Gomes: «Queremos ganhar o troféu e conseguir algo histórico»
2014-05-16 Rio Ave espera um Benfica «cansado» no Jamor
2014-05-12 Carlos Xistra no Jamor
Comentários (14)
Gostaria de comentar? Basta registrar-se!
Bah por d_v_d_fcp2011-07-10 09h17m
nessa altura o leixoes mereceu ganhar e Pronto.


L. S. C por LSC4-ever2011-07-10 01h51m
Grande Leixoes!!!
Melhor momento da nossa historia!

Esperamos mais momentos como este :D

Leixoes sempre e so Leixoes!!!


TheKipper por FCPORTO_FCPORTO2011-07-09 23h02m
É preciso ser ignorante não???

Os bilhetes foram repartidos igualmente logo o Leixões ficou a ganhar, pois o Porto tem mais facilidade de encher em Lisboa do que o Leixões, a unica coisa que podes dizer é a proximidade ao estádio, que neste caso é quase igual!!

Conclusão:O Porto jogou 3 finais em casa(segundo dizes), o Benfica jogou as outras todas!!


apsd93 por Marinhodfg932011-07-09 14h17m
Obrigado! Pensava que o resultado estava trocado -. -
LOoooOL


Epa! por SerDoLeixoes2011-07-09 14h04m
A duas melhores equipas do mundo nesse jogo! Acabou por ganhar o incrivel Leixoes eheh


Benfica_Campeao _NN por RGomes172011-07-09 12h30m
É mesmo, enfim eles dormem a pensar no Benfica e acordam a pensar no Benfica.


zerozero é azul???? por tugaman902011-07-09 11h28m
que riso.


Heróis do Mar! por Sergioliveira2011-07-09 10h56m
Parabéns Leixões! Há 50 anos vencer na casa do adversário foi histórico.

Em relação aos que criticam a notícia, não percebo tanta discórdia. A data tem um número bem redondo e é um facto incontornável na história do futebol português, bem como uma outra final que o Leixões disputou frente ao campeão nacional Sporting em 2001/02 no Jamor, quando militava no 3º escalão português, tornando-se a única equipa a conquistar esse feito.

Tenho acompanhado a evolução d...


nao vejo qual o problema por pion452011-07-09 05h30m
em 70 ediçoes(ou mais nao sei dakelas 2 que nao tao referidas) da taça so 15 foram vencidas por equipas que nao as tres grandes. . . se calhar nao foram referidas porque ou ja passou ou ainda nao chegou o cinquentenario. . . onde esta a tendenciosidade da noticia?


marinhodfg93 por apsd932011-07-09 02h45m
Tas a falar por causa de ser o porto que esta a negrito? e que se e por causa disso e obvio que para mostrar quem e a melhor equipa xD Tou a gozar. mas quem ganhou a taça 82/83 foi mesmo o benfica


TAÇA EM 1982/1983 por Marinhodfg932011-07-09 02h35m
Na vez em que o benfica e o porto disputaram a final da taça nas antas. . . porque que o benfica ganhou 1-0 e o porto e que ganhou a taça?? nao percebi ??

confirmem aqui no link do zerozero:

http://www. zerozero. pt/edicao. php?op=fasefinal&id_edicao=102 5


leixoes por apsd932011-07-09 02h27m
Força leixoes, sou portista mas apoio tambem o leixoes, o clube da minha terra e acredito que melhores dias virão. tenho pena e que os meus conterraneos tenham a maioria um odio ao porto e pareçam apoiar muito mais o benfica (talvez por causa das cores. . . ), mas prontos. tenho pena que tenha sido contra o porto, mas serviu para mostrar que clubes pequenos tambem podem ter sucesso, tenho pena que nao tenhas conseguido repetir em 2002 contra o sporting (e esse jogo sim muito mais polem...


por por lanhoso2011-07-09 02h26m
por falar em taças , a taça latina afinal é ou não uma prova oficial . . . . . .


Zerozero por Casillas2011-07-09 02h22m
E? E o dia em que o Gondomar gelou a Luz?


  (14 comentários)