Playmaker - by zerozero.pt, maior base de dados do mundo de Futebol

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Futebol Inglês
entrevista
Falou com o zerozero

Jogou contra Cr7 na estreia pelo Real Madrid, tirou o recorde a Villas-Boas, foi treinado por Rui Vitória e agora eliminou o Leicester: Sabe de quem estamos a falar?

2019/01/11 11:35
Texto por Igor Gonçalves

Se lhe dissermos o nome Pádraig Amond, provavelmente fica na mesma. E, temos de admitir, tem boas razões para isso. É um jogador virtualmente desconhecido para o público geral e só os adeptos do Paços de Ferreira têm motivos para o conhecer, mas já lá vamos.

Vamos começar por apresentar Amond. Nascido em Carlow, na República da Irlanda, este avançado de 30 anos saltou para a ribalta no passado domingo, ao marcar o golo que atirou o Leicester para fora da Taça de Inglaterra. O clube autor do feito foi o Newport County, do 4º escalão do futebol inglês. 

Mas, caro leitor, acredite no que lhe vamos dizer: Pádraig Amond é muito mais do que um jogador que um dia marcou um golo, numa das muitas surpresas da Taça de Inglaterra.

Amod já jogou em Portugal, no Paços de Ferreira, e foi orientado por Rui Vitória, jogando ao lado de jogadores como Pizzi ou Nélson Oliveira. Foi nos castores que negou a André Villas-Boas e ao FC Porto a possibilidade de igualarem o melhor registo de uma equipa no Campeonato Nacional, ao empatar a 3x3 no Estádio do Dragão, em 10/11. Com esse resultado, o FC Porto terminou a Liga com três empates, quando o melhor registo eram dois.

Para além desse feito, este jogador ainda tem o feito de ter enfrentado Cristiano Ronaldo na sua estreia pelo Real Madrid, num particular no verão de 2009, no Algarve. 

Rui Vitória, o verdadeiro Manager; o impressionante Falcao e o mago Pablo Aimar

O zerozero falou com o jogador irlandês e, como não podia deixar de ser, a sua passagem por Portugal foi o principal tema de conversa.

Nélson Oliveira foi seu colega no Paços ©Getty /
«Em 2010 jogava no Sligo Rovers [Irlanda] e tinha um colega português no plantel [Mauro Almeida]. Uma vez, em conversa, perguntou-me se gostava de jogar em Portugal e eu disse sim, mas foi uma conversa sem grande importância. Passados uns meses tive um jogo onde marquei dois golos e no final da partida estava um dirigente português na tribuna para falar comigo», relatou Amond. Esse dirigente era Carlos Carneiro, na altura diretor desportivo do Paços de Ferreira. 

Foi então contratado pelo Paços no verão de 2010 e fez a temporada 10/11 na equipa portuguesa. Foi aí que se cruzou com Rui Vitória, treinador da equipa pacense, e com Pizzi, na altura uma figura emergente do futebol português. Sobre os dois tem a dizer isto:

«Não me admirei nada com o sucesso dos dois. O Rui Vitória era um treinador excecional, um verdadeiro Manager. Tanto a treinar, como a gerir o plantel era impressionante. Não falava um inglês perfeito, mas aprendeu para me poder ajudar. O Pizzi era um prodígio. Lembro-me do jogo em que marcou três golos no Dragão, numa partida em que até ficamos a jogar com um a menos. No final lembro-me de achar que estava ali um verdadeiro craque», acrescentou.

Sobre esse jogo no Dragão, Amond (que entrou perto do fim) assume que conheceu o jogador que é a sua referência e o seu ídolo. Falamos de Radamel Falcao, que até bisou. Apesar de ter o colombiano como ídolo, o irlandês revelou que na sua passagem por Portugal houve alguém que o deixou encantado, até por ser uma habitual contratação sua no Championship Manager.

«Sem dúvida, o Pablo Aimar. Eu conhecia-o do FIFA e de o ter no Championship Manager. De repente, estava a vê-lo jogar. Lembro-me de um jogo que tivemos no Estádio da Luz. Perdemos por 2x0 e um dos golos foi apontado por ele. Pegou na bola na zona do meio-campo fintou uma série de jogadores nossos e marcou um golaço à entrada da área. Pensei para mim: Não posso ficar muito espantado porque o jogo está a dar na televisão...», brincou. 

A passagem por Portugal durou apenas uma temporada, mas deixou marcas no jogador. «Adorei o ano em Portugal e não me importava de voltar». Nesse ano, os castores foram a final da Taça da Liga e terminaram a liga no 7º posto.

Quem é este Képler Ferreira?

Outro dos motivos de conversa entre o zerozero e Pádraig Amond foi aquele particular contra o Real Madrid, quando estava no Shamrock Rovers. O jogador revela que foi um dia marcante.

«Lembro-me bem desse jogo. Era a estreia do Cristiano Ronaldo e acho que nunca tinha visto tanta câmara e tanto jornalista atrás de uma só pessoa. Era verdadeiramente impressionante», começou por dizer. Já sobre o jogo em si, Amond contou uma situação curiosa. Quando lhe foi atribuído o jogador para marcar nos pontapés de canto começou por não conhecer o nome que estava na ficha, sendo que depois se assustou quando viu que era...Pepe.

©Getty / Stu Forster
«O treinador disse-me que eu jogava bem de cabeça e que ia marcar um dos defesas centrais, o número 3. Disse que ia marcar um jogador que devia ser das camadas jovens. Ninguém conhecia o nome que estava na ficha (Képler Ferreira). No túnel de acesso olho para a direita e vejo que o jogador que tem o número 3 é o Pepe e pensei: estou lixado! Ele tinha acabado de ser suspenso por agredir um jogador num jogo em Espanha na época anterior e agora eu ia jogar contra ele. Foi um jogador impossível de ultrapassar», contou. 

Para terminar, Amond falou-nos um pouco da eliminatória contra o Leicester, no passado domingo, lembrando-nos do que já tinha feito na temporada passada.

«Não estava nervoso quando fui marcar a grande penalidade. Estaria se estivessémos a perder. Foi um grande feito e acabou por apagar um pouco o que aconteceu na temporada passada. Também marquei um golo ao Tottenham, mas já perto do fim o Harry Kane empatou o jogo e depois na repetição do jogo em Wembley eles não nos deram hipótese. Foi um dos meu grandes feitos no futebol e é para estes momentos que nos tornamos jogadores de futebol», concluiu.

República da Irlanda
Pádraig Amond
NomePádraig Amond
Nascimento1988-04-15(30 anos)
Nacionalidade
República da Irlanda
República da Irlanda
PosiçãoAvançado (Ponta de Lança)
Fotografias(2)
padraig amond,jogador,grimsby town,equipa
Comentários (9)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
_PNR_
2019-01-11 14h10m por Tarik_10
Boas soce

Por acaso até estava a pensar nisso. Brevemente. Ehehe
ZZ
2019-01-11 13h48m por FairPlaydaTreta
tentei perceber o conteúdo e proposito deste artigo e não cheguei lá. . .

Valdo
2019-01-11 13h35m por Tarik_10
Mas eu não estou a comparar a gravidade das agressões.
Estou a dizer que é estranho o zz e outros terem arranjado maneira de trazer esses casos à baila.
10
Tarik_10
2019-01-11 13h15m por 10Valdo
Se não estou em erro, a agressão de que este homem foi aquela em que ele pontapeia 2/3 vezes o jogador do Getafe já no chão e sem bola, isso ao lado do que o Ruben dias ou Felipe tem feito é muito mais grave .
kurionsesh
2019-01-11 13h07m por Tarik_10
Não tem nada a ver uma coisa com a outra. Toda a gente conhece o Pepe mas não me parece necessário andar sempre a falar no mesmo. (não foi só no zz. . . )
Até porque actualmente o Pepe não tem sido tão agressivo como era há uns bons anos.
KU
Tarik_10
2019-01-11 13h01m por kurionsesh
it's not that deep, até parece que na altura o pepe a jogar nao tentava matar os adversários todos
Foi a pedido?
2019-01-11 12h43m por Tarik_10
«O treinador disse-me que eu jogava bem de cabeça e que ia marcar um dos defesas centrais, o número 3. Disse que ia marcar um jogador que devia ser das camadas jovens. Ninguém conhecia o nome que estava na ficha (Képler Ferreira). No túnel de acesso olho para a direita e vejo que o jogador que tem o número 3 é o Pepe e pensei: estou lixado! Ele tinha acabado de ser suspenso por agredir um jogador num jogo em Espanha na época anterior e agora eu ia jogar contra ele. Foi um jogador impossível...ler comentário completo »
Clickbait
2019-01-11 12h32m por track194
Ele não tirou recorde nenhum, ele pouco jogou nesse jogo e nem sequer marcou golo. Sendo assim todos os 14 jogadores do Paços tiraram esse Record a Villas-Boas 🤦‍♂️ ;
Amond
2019-01-11 12h32m por gattuso_v2
Lembro me dele a jogar pelo Accrington Stanley mas nem sabia que tinha jogado em Portugal. . . engraçado xD
SIMULADOR ZEROZERO
Bónus 100%
Ainda não tem conta do Casino Portugal?! Registe-se, faça um depósito e receba 100% até 100€ do valor da primeira aposta.
CONSULTE AQUI AS CONDIÇÕES
Faça a sua aposta:
Odd acumulada:
Ganhar
OUTRAS NOTÍCIAS
Liga Portuguesa
Lesão travou continuidade da carreira do avançado
Aos 35 anos, Lima, avançado brasileiro, que viveu os anos de maior sucesso com a camisola do Benfica, anunciou o final da carreira.  O antigo jogador de Belenenses, Sporting de ...
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
dp_69 21-01-2019, 02:03
tenshi 21-01-2019, 01:59
FIFAforever_returns2 21-01-2019, 01:58
JRicardoC 21-01-2019, 01:49
JRicardoC 21-01-2019, 01:47
Danilo-TheBeast 21-01-2019, 01:47
FIFAforever_returns2 21-01-2019, 01:46
JRicardoC 21-01-2019, 01:45
TR
trigueiros 21-01-2019, 01:43
felixxsofia 21-01-2019, 01:43
FIFAforever_returns2 21-01-2019, 01:41
Danilo-TheBeast 21-01-2019, 01:40
tenshi 21-01-2019, 01:36
tenshi 21-01-2019, 01:34
JRicardoC 21-01-2019, 01:34
Danilo-TheBeast 21-01-2019, 01:30