Playmaker - Estatísticas e curiosidades no momento certo

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

BenficaPortugal
GréciaPAOK
PSVHolanda
BielorrússiaBATE Borisov
AjaxHolanda
UcrâniaDynamo Kyiv
Sporting
Clube leonino viveu um dia negro

Cronologia de uma divisão que começou em Madrid e teve pico histórico de tensão

2018/05/16 09:18
Texto por Jorge Ferreira Fernandes
E2

Uma novela longa, que não durou necessariamente muito tempo, e que atingiu o seu limite, com um dos episódios mais tristes da história do futebol português: o dia em que um grupo de trabalho de uma das maiores instituições desportivas portuguesas foi atacado por um grupo restrito dos seus adeptos. 

O dia 15 de maio foi longo, mas nem por isso se pode falar numa novela de apenas um longo capítulo. A história tem vários e o primeiro...dos últimos aconteceu depois de uma derrota europeia, com o presidente a abrir um precedente no que ao trato com os jogadores diz respeito.

Um pesadelo no pós-Madrid

Apesar ter pautado o seu registo por exigência máxima para com o grupo de trabalho que defendia as cores do Sporting, Bruno de Carvalho abriu um precedente no final da partida de Madrid. O Sporting perdeu 2x0, deixando uma imagem de alguns erros e uma falha clamorosa de finalização no último minuto. O presidente leonino achou aquilo pouco desculpável e utilizou o seu Facebook para tecer críticas coletivas e individuais.

O universo sportinguista não reagiu bem e as notícias de instabilidade em Alvalade começaram a surgir, poucos dias antes da receção ao Paços de Ferreira, numa altura em que a equipa leonina sonhava ainda com o título. Tudo acabou bem, o Sporting ganhou, mas os sinais davam conta de uma massa, ou pelo menos a sua maioria, ao lado do grupo de trabalho e de costas voltadas para o presidente, que saiu...a mancar.

Ainda assim, a ferida estava aberta: a radicalização de posições invadiu Alvalade e os jogadores lamentaram publicamente a «ausência de apoio daquele que devia ser o nosso líder». Sinais preocupantes, no mínimo, com o presidente a confirmar a existência de processos disciplinares. 

Instabilidade não entrou no balneário

Pese o ambiente negativo, o balneário do Sporting manteve-se irredutível no que à unidade e à solidariedade diz respeito. As palavras de Jorge Jesus destacavam um coletivo forte, ciente da responsabilidade de defender um bem maior. 

A equipa continuou a dar boas respostas em campo, conseguindo mesmo a aproximação e ultrapassagem ao Benfica no segundo lugar do campeonato e a passagem à final da Taça de Portugal, depois de nova vitória diante do FC Porto nas grandes penalidades. 

Um Caldeirão, antes do dia mais negro

Com o empate em Alvalade, diante do Benfica, o Sporting sabia que teria de fazer igual ou melhor do que o rival da Segunda Circular na última jornada para garantir o segundo lugar e a consequente participação nas eliminatórias de Liga dos Campeões. Na Madeira, o Leão não foi feliz e o terceiro lugar foi o resultado para uma derrota que custou caro. 

A contestação nos Barreiros foi audível, com os adeptos a pedirem explicações para o desaire da equipa de Jesus. Bruno de Carvalho não perdeu tempo e convocou reunião de emergência com as diferentes partes do grupo de trabalho. Falou-se em suspenção para Jesus, mas o presidente, à saída do encontro, rejeitou qualquer tipo de divórcio, garantindo ainda as condições para que a equipa competisse no Jamor. 

E eis que chegamos ao tal dia 15 de maio de 2018, um dos mais negros da história do Sporting Clube de Portugal. Se o dia começou com a oficialização do Sporting de que Jesus ia orientar a equipa na final da Taça de Portugal, a tarde trouxe para o conhecimento público as agressões a boa parte do staff leonino, com Bas Dost a ser a imagem do surrealismo de Alcochete. 

A crónica e a cronologia de tempos difíceis em Alvalade, com um final trágico a marcar semanas de desavença e posições extremadas. O nome de uma das maiores instituições desportivas em Portugal está agora irremediavelmente manchado, dias antes da decisão da Prova Rainha do futebol português. 

Comentários (2)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
Bruno de Carvalho
2018-05-16 11h29m por bludouro
Temos que reconhecer o crédito onde este é devido. A ascendência de Bruno de Carvalho à presidência do clube teve nas épocas iniciais um balanço muito positivo. Este exemplifica-se em diversos factores: o regresso aos títulos no futebol - principalmente nas camadas mais jovens e no futebol feminino, a reabilitação e sucesso nas diversas modalidades, a revitalização e valorização do onze de futebol principal, a gestão e redução do passivo do clube, a inauguração do pavilhão multi-desportivo...ler comentário completo »
FU
Começou em Madrid?
2018-05-16 10h05m por FutebolMaravilha1
Não, começou muito antes disso. Mais especificamente na entrada de Bruno de Carvalho no clube. Conflito atrás de conflito com os de fora (Benfica, Doyen, etc), com os de dentro (Bruma, Marco Silva, Adrien, etc). Alguém tem de pôr mão nisto/nele.
Tópicos Relacionados
Equipa
APOSTAS EM DESTAQUE
1Escolha quanto quer apostar
Aposto
2Escolha suas apostas
OUTRAS NOTÍCIAS
Oficial
Agora sim, estão dissipadas as dúvidas. Mario Balotelli vai continuar ao serviço do Nice, anunciou o clube francês esta segunda-feira. «Após um ...
ÚLTIMOS COMENTÁRIOS
TH
The_Analyst 21-08-2018, 02:44
TH
The_Analyst 21-08-2018, 02:42
SabedoriaOutraVez 21-08-2018, 02:38
mulscp 21-08-2018, 02:21
MO
monarca13 21-08-2018, 02:08
MO
monarca13 21-08-2018, 02:00
10
10Valdo 21-08-2018, 01:55
10
10Valdo 21-08-2018, 01:54
rcoelho14 21-08-2018, 01:34
Alvi_Negro_Came-Back 21-08-2018, 01:33
SO
sofintas 21-08-2018, 01:33
felixxsofia 21-08-2018, 01:26
AvesSempre 21-08-2018, 01:24
AvesSempre 21-08-2018, 01:20
TH
The_Analyst 21-08-2018, 01:20
TH
The_Analyst 21-08-2018, 01:18