Playmaker - O futebol em números!

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Descrição
Cidade de colinas debruçadas sobre o Tejo, a sua vida corre ao ritmo de encontros surpreendentes com as gentes das ruas tranquilas e das praças agitadas. É também uma grande capital de cultura e turismo.   

http://www.cm-lisboa.pt/

Mais...
Olisipo. Assim começou por se designar a cidade. Períodos Romano, Bárbaro e Muçulmano Lisboa nasceu de uma ‘citânia’ localizada a norte do actual castelo de S.Jorge. Através da acção povoadora dos romanos (195 a.C.) e inerente desenvolvimento socio-económico, em breve lhe seria atribuída a classificação de “município". A reconquista No período da Reconquista Cristã, a Lisboa muçulmana é uma cidade cobiçada e várias vezes atacada e ocupada pelos exércitos cristãos. Lisboa era o mais opulento centro comercial dos produtos vindos de África e de uma grande parte da Europa. Os seus campos eram férteis e os seus ares saudáveis. Depois do Terramoto de 1755 O ano de 1755 marca a data de um período de desenvolvimento em Lisboa. O terramoto e o incêndio que se lhe seguiu devastaram dois terços da totalidade dos arruamentos e terão destruído cerca de três mil casas. Zonas urbanas como a Baixa, o Carmo e os bairros do Castelo foram intensamente abrangidas por este terramoto. Em sua substituição iria nascer a Lisboa Pombalina. O seu principal impulsionador foi o Marquês de Pombal, Primeiro Ministro do Rei D. José I. Lisboa Pombalina O plano baseava-se numa direcção planificada de ruas alinhadas, cujas opções arquitectónicas assentam em regulamentos de construção. O sistema urbanístico obedecia a traçados de eixos de composição em que a simetria era obrigatória, pretendendo-se destacar nos extremos os monumentos e as estátuas: por exemplo, a Rua Augusta com o arco triunfal, através do qual, no seu eixo, se colocou a estátua de D. José. Época Moderna Depois da I Guerra Mundial, preenchem-se as malhas vazias resultantes dos traçados dos eixos das novas avenidas. A Avenida da Liberdade apresenta-se como eixo primordial da nova cidade. Constroem-se novos bairros, assumidamente desenhados pelos novos urbanistas, de ruas largas e homogeneidade do desenho das fachadas.
Fotografias(13)
Lisboa (POR)
Lisboa (POR)

Localização

Equipas

Estádios