Segue o canal do youtube do zerozero.pt

Error message here!

Error message here!

Esqueceu-se password?

Perdeu a password? Introduza o seu endereço de email. Irá receber um link para criar uma nova password.

Error message here!

Voltar ao login

Azul e Branco
Carlos Teixeira
2019/01/08 19:02
E3
"Azul e Branco" é um espaço de opinião pública de um adepto portista que discute unicamente o futebol jogado

O Porto atingiu ontem a 18.ª vitória consecutiva, um novo recorde para o clube, e igualando também o recorde nacional conseguido pelo Benfica na época 2010/2011.
Tudo começou frente ao Vila Real. Durante este período, o Porto marcou 49 vezes e sofreu 16. Um histórico de resultados que me deixa realmente satisfeito.

O que não me deixou satisfeito foi ver o Porto nos últimos jogos apresentar um futebol não muito atrativo porque não consegue controlar a bola e por a pressão exercida não ser suficiente, permitindo ao adversário controlar o jogo e marcar golos. Estes acontecimentos devem-se a um cansaço acumulado pelo 11 habitual e a não rotação destes mesmos. É um problema que encontro em Sérgio Conceição. Sei que não há pessoa que conheça melhor os jogadores e a sua condição física do que ele, mas, em campo, fico com a sensação de que os jogadores apresentam fadiga e que o treinador sobrepõe a confiança nas capacidades dos seus homens em vez da pouca frescura física.
Para além de que, com a saída de Óliver do 11 inicial, o Porto tornou a perder capacidade criativa e o controlo da bola. Os melhores jogos do Porto foram com a inclusão de Óliver, porque o espanhol pausava o jogo com segurança e destreza, permitindo à equipa reorganizar-se com critério. Neste momento, a equipa joga numa espécie de "correbol", fazendo com que o cansaço dos jogadores apareça mais rápido e se acumule para jogos seguintes.

Na procura da 19.ª vitória consecutiva, já no próximo sábado, vejo o mesmo sistema e a mesma equipa ser adotada frente ao Sporting. Curiosidade para ver se o Porto terá a capacidade em controlar esse jogo. Com Óliver, daria essa segurança num sistema de 4x3x3 mas, estando Soares em boa forma e com a profundidade do Marega a ser sempre importante, o 4x4x2 com Herrera e Danilo será a aposta.
A rápida mobilidade que o Sporting tem na frente colocará a defesa do Porto em sentido. O mesmo digo para o lado de Sporting, pois não contará com Acuña para este jogo, sendo ele o jogador mais rápido daquela defesa. Suspeito que será uma partida bastante faltosa para quebrar saídas e contra-ataques rápidos.

Um empate não seria um mau resultado para o Porto, visto que a diferença para o 2° é de 6 pontos e para o 3° é de 7, mas a vitória é o que o Porto e os adeptos procuram sempre. E uma vitória neste jogo significa muito mais para além do que vencer um rival. É a conquista de algo nunca antes conquistado em Portugal e que está a uma distância de 309 km. 



Comentários (3)
Gostaria de comentar? Basta registar-se!
motivo:
Antevisão do clássico
2019-01-10 00h28m por PsychBug
Sporting é uma equipa forte no processo ofensivo, com o goleador mais mortífero da Liga NOS Bas Dost o Sporting tem logo no holandês uma ameaça séria à baliza de Casillas! Depois com Diaby que tem uma boa capacidade de explosão, um jogador móvel que estando inspirado pode dar trabalho à boa defesa do FC Porto. Depois tem Nani que é um jogador especial que impõe classe ao jogo do Sporting e tem ainda Bruno Fernandes que é o verdadeiro motor da equipa, é aquele jogador que marca realmente a di...ler comentário completo »
SÉRGIO CONCEIÇÃO
2019-01-09 11h20m por JJCastro
Gostaria de destacar o excelente trabalho desenvolvido por Sérgio Conceição, obreiro mor deste feito sempre difícil que é conquistar 18 vitórias consecutivas, seja em Portugal ou no País de Gales.
Mais, Sérgio conseguiu dizimar por completo um vislumbre de críticas que sobrevoavam a SAD Portista aquando do período crítico de quatro anos sem ganhar a Liga ( algo inédito na era Pinto da Costa ).
Nesta época o F. C. Porto já realizou 29 jogos tendo alcançado 25 vitórias, 2 emp...ler comentário completo »
Recordes
2019-01-08 22h05m por antoniocarvalho
Os objetivos passam por conquistas de títulos, não por recordes. Pouco me importa ter a 18ª ou a 19ª ou a 20ª; porque se a seguir vêm 3 ou 4 jogos em que não conseguimos ganhar, temos os rivais da capital à perna. Tanta conversa sobre os recordes ainda vai dar azar. Deixemos a autopromoção para os lampiões, esses é que gostam do show off.
OPINIõES DO MESMO AUTOR
É com muito gosto que vejo o retorno daqueles que um dia foram muito especiais. Que regressam com carinho, saudade e agradecimento por tudo aquilo que fizeram por eles e que lhes permitiram ...
13-01-2019 18:55E2
Opinião
Pelas minhas gavetas do futebol
Tiago S. Nogueira
Vénia ao 3º Anel
Filipe Inglês
Azul do céu como o futuro
Sebastião Barata
Baliza de Giz
Pedro Barbosa
Azul e Branco
Carlos Teixeira